Página inicial > FSM > FSM 2010 WSF > 10 anos de FSM nas rádios comunitárias

10 anos de FSM nas rádios comunitárias

quinta-feira 28 de janeiro de 2010, por Sucena Shkrada Resk,

Redes Amarc e Aler registram em CD uma década de Fórum Social Mundial

27/01/2010 13:48
Esp. FSM 2010 - 10 anos de fórum registrados pelas rádios comunitárias, por Sucena Shkrada Resk

Hoje foi lançado o CD "Palavras dos Primeiros 10 anos do Fórum Social Mundial, com entrevistas, depoimentos e coberturas realizadas pelas rádios comunitárias. A iniciativa foi da Associação Mundial de Rádios Comunitárias da América Latina e Caribe (AMARC-AL) e da Associação Latinoamericana de Educação Radiofônica (ALER), no programa conjunto Ritmo Sur.

Para a chilena Maria Pia Matta Cerna, presidente da AMARC -AL, o trabalho representa um incentivo aos movimentos sociais. Ela lembrou que há um processo difícil de reconhecimento deste segmento de mídia mundialmente, como as perseguições, que ocorrem no Brasil, com cerca de 7 mil pessoas punidas. "Iniciamos a captação do material em maio do ano ano passado e foi uma contribuição de vários multiplicadores pela América Latina", conta. Entre as entrevistas, há depoimentos de intelectuais, como do sociólogo português Boaventura de Souza Santos, que está presente nesta edição.

"São diálogos múltiplos registrados, neste período, que representam um aporte da memória do encontro", afirma Nestor Busso, da ALER, da Argentina.

Cobertura em Porto Alegre

Com uma rede de aproximadamente 400 associadas, as organizações das rádios comunitárias está cobrindo a edição do FSM, que acontece em Porto Alegre. "Aqui está ocorrendo uma reavaliação de todo o histórico, com a proposta de uma articulação mais avançadas. Em Belém, no ano passado, o foco foi a força local dirigida ao global, trazendo a problemática da Amazônia", analisa Maria Pia.

A ativista da mídia livre acredita que a construção de interferência do FSM é ’paulatina’. "Deve ampliar a ação ativista, não é uma revolução. Eu acredito que neste processo deve haver a construção dos sujeitos midiáticos", diz.

A brasileira Rita Freire, da Ciranda.net, conta que neste ano, um dos intercâmbios que ocorre em Porto Alegre é com a Rádio Koch, de Nairóbi, no Quênia, que tem uma representante na edição. "Essa rádio, que foi instalada em um conteiner, é inspirada na Rádio Favela, do Brasil, que chegou a ser retratada no filme "Uma Onda no Ar"", diz a ativista.

Veja mais nos posts do Blog Cidadãos do Mundo/jornalista Sucena Shkrada Resk

Especial Fórum Social Mundial 2010:

26/01 - Índios na ofensiva ideológica

26/01 - Mobilização em prol do Haiti

26/01 - Agroecologia e mulheres camponesas

25/01 - Caminhada celebra diversidade

25/01 -Desafio é levar reflexão à massa

24/01 -Esta edição não reunirá multidões

21/01 - Pensata: Qual é o mundo possível?

Fonte:Blog Cidadãos do Mundo - www.cidadaodomundo.blogse.com.br -jornalista Sucena Shkrada Resk


Ver online : Blog Cidadãos do Mundo - jornalista Sucena Shkrada Resk