Página inicial > BRASIL > Ciranda Afro > Ao que é bom, deve ser dada a palavra

Ao que é bom, deve ser dada a palavra

segunda-feira 26 de novembro de 2007, por Gal Souza, Weber Lopes Góes,

Imagem do site: www.conduta.com.br

Weber: Eu queria saber o que o 20 de novembro representa pra nós pretos.

GOG: A gente tem que tirar uma conclusão bem complexa disso né! Palmares existiu durante 100 anos e 1695 é a data da imortalidade de Zumbi. Acho que trás a ancestralidade da resistência. Então é sempre preciso resistir, ocupar espaços, ocupar mentes com o pensamento de Zumbi que era bem agregativo. Hoje é um dia bastante importante, e mais importante é a reflexão que a gente precisa ter da África, que hoje é aqui também.

Então, que Áfricas temos? O continente africano, os problemas, as doenças...e a gente precisa refletir também sobre a afro consciência hoje...É uma coisa prática. Ser um afro consciente hoje é trabalhar de forma bastante produtiva e incansável com perpectiva de melhores dias pro nosso povo....

Weber: E os movimentos sociais tem que estar nessa? Como você vê os movimentos sociais hoje, qual a importância do movimento negro nessa discussão...?

GOG: Eu acredito que tudo que é sério tem que ser ouvido, tem que ser dada a palavra. Acredito que o movimento hip hop tem que se integrar nos movimentos sociais com a literatura periférica. Você vê o que o hip hop conseguiu nessa entrada de século. Eu não acredito em muito acordo com a grande mídia, em nome de muita conversa, a gente tem que tratar as pessoas bem....o hip hop passou por um momento de expansão, mas que não pode ser feita com cooptação, não pode ser com negociação com o opressor, com o opressor não pode ter negociação.....


Ver online : site do gog