Página inicial > FSM WSF 2016 > BDS: Apelo internacional ao FSM

BDS: Apelo internacional ao FSM

sábado 11 de junho de 2016, por , BDS

Todas as versões desta matéria: [English] [Español] [français] [Português do Brasil]

Pedimos a todas as organizações que participam no Fórum Social Mundial e ao seu Conselho Internacional que adotem e apoiem oficialmente a campanha de Boicote, Desinvestimento e Sanções contra o regime de apartheid israelense

Chamado para apoiar oficialmente a campanha BDS contra o regime de apartheid israelense

Considerando a importância estratégica e constante do apoio dado ao povo palestino pelos Foros Sociais Mundiais;

Considerando as conclusões do “Fórum Social Mundial por uma Palestina Livre”, realizado em Porto Alegre em 2012, que lançou um chamado para o "reforço da solidariedade e boicote contra o Estado do apartheid", bem como as do “Fórum Mundial sobre a Educação”, realizado em Ramala em 2010, que pediu à comunidade internacional que organize "um boicote contra Israel para forçá-la a se retirar da Palestina ocupada";

Considerando a Carta do FSM se opõe a "qualquer forma de imperialismo", a "qualquer concepção totalitária e ao uso da violência como meio de controle social", e "promove o respeito dos direitos humanos" e "aumentará a capacidade de resistência social não violenta contra o processo de desumanização que o mundo está vivendo e contra a violência utilizada pelo Estado";

Considerando o chamado lançado pela sociedade civil palestina para a realização de uma campanha internacional de Boicote, Desinvestimento e Sanções (BDS) para exigir que Israel:

1. Ponha fim à ocupação e à colonização de todas as terras árabes, desmantalando o Muro e levantando o bloqueio de Gaza;

2. Reconheça os direitos fundamentais das/dos cidadãs/ãos árabo-palestinas/os de Israel à igualdade absoluta; e

3. Respeite, proteja e promova os direitos das/dos refugiadas/os palestinas/os, inclusive o de voltar às suas casas e propriedades, tal como o estipula a Resolução 194 da ONU;

Pedimos a todas as organizações que participam no Fórum Social Mundial e ao seu Conselho Internacional que adotem e apoiem oficialmente a campanha de Boicote, Desinvestimento e Sanções contra o regime de apartheid israelense para que os comitês locais de organização nas várias edições do FSM se comprometam a apoiar a campanha BDS até que Israel cumpra com o direito internacional e os direitos humanos.

Por isso, pedimos que o FSM se torne um espaço "Livre de Apartheid", garantindo que, no Fórum, não esteja presente qualquer produto ou empresa israelense assinalada pela campanha BDS por sua cumplicidade com a colonisação israelense ou qualquer organização israelense que seja protagonista ou cúmplice da política colonial israelense.

Assine aquí

Este abaixo-assinado será entregue a
Coletivo FSM 2016
Conselho Internacional do Fórum Social Mundial


Ver online : FSM 2016