Página inicial > FSM/WSF 2015 - TUNIS > Chamado de Gaza: Dia Global de Fúria, sábado, 9 de agosto

Chamado de Gaza: Dia Global de Fúria, sábado, 9 de agosto

quarta-feira 6 de agosto de 2014, por Ciranda.net,

Todas as versões desta matéria: [English] [Português do Brasil]

Vamos tomar as ruas e fazer ações nesse dia com uma exigência unificada em todas as vozes do mundo: sanções contra os crimes de Israel .

Foto: Consequências do ataque aéreo israelense em casa palestina em Gaza.

Junte-se à campanha por Boicote, Desinvestimento e Sanções contra Israel já.

Enquanto enfrentamos todo o poderio do arsenal militar de Israel, financiado e fornecido pelos Estados Unidos e União Europeia, chamamos a sociedade civil e as pessoas de consciência em todo o mundo para pressionar os governos para que sancionem Israel e implementem um imediato e abrangente embargo de armas .


Ás ruas, sábado 09 de agosto. com uma voz unificada por sanções contra Israel.

De Gaza sob invasão, bombardeio e cerco continuado, o horror está além das palavras. Suprimentos médicos estão esgotados. O número de mortos chegou a 1.813 mortos (398 crianças, 207 mulheres, 74 idosos) e 9370 feridos (2.744 crianças, 1.750 mulheres, 343 idosos). Nossos hospitais, ambulâncias e equipes médicas estão todos sob ataque quando em serviço. Médicos e paramédicos estão sendo mortos durante a retirada dos mortos. Nossos mortos não são números e estatísticas a serem contadas; eles são pessoas amadas, parentes e amigos.

Enquanto nós temos que sobreviver a este ataque, vocês certamente têm o poder de ajudar a acabar com ele da mesma forma com que ajudou a superar o Apartheid e outros crimes contra a humanidade. Israel só é capaz de realizar este ataque com o apoio incondicional dos governos - este apoio deve acabar.

Este é o terceiro massacre que sofremos em seis anos. Quando não estamos sendo abatidos, permanecemos sob cerco, sob uma punição coletiva ilegal de toda a população. Pescadores são baleados e mortos se desviam para além de um limite de 3 km impostos unilateralmente por Israel. Os agricultores são baleados quando fazem suas colheitas dentro de uma área de fronteira imposta unilateralmente por Israel. Gaza tornou-se a maior prisão a céu aberto, um campo de concentração, desde 2006. Desta vez, queremos um fim a este crime sem precedentes contra a humanidade, cometidos com a cumplicidade e o apoio de seus próprios governos!

Nós não estamos pedindo caridade. Estamos exigindo solidariedade, pois sabemos que, até que Israel seja isolado e sancionado, esses horrores se repetirão.

Tome uma atitude neste sábado

Boicotes, desinvestimentos e sanções são a principal mensagem a todos os protestos em todo o mundo. Leve faixas e cartazes pedindo punição a Israel em cada protesto. Tuiteie usando a hashtag # GazaDayofRage. Envie-nos as fotos e os detalhes da ação para GazaDayofRage@gmail.com.

Enquanto notícias de todos os protestos em frente às embaixadas de Israel em todo o mundo nos deram esperança, depois de semanas de protestos, nós clamamos a que as ações sejam intensificadas. Ocupem embaixadas israelenses, contestem as autoridades israelenses (e outras) que apoiam a agressão contra Gaza sempre que aparecerem em público, organizem manifestações pacíficas em prédios do governo.

Boicotem todos os produtos israelenses e façam ações contra as corporações que lucram com o sistema de colonialismo, ocupação e apartheid de Israel. Façam marchas de boicote a símbolos de Israel em sua cidade e eduquem o público sobre as empresas cúmplices do assalto militar e cerco ilegal de Gaza em curso por Israel

Sindicatos palestinos estão pedindo a nossos irmãos e irmãs no movimento sindical internacional para interromper o processamento de produtos importados ou exportados para Israel. O movimento sindical tem uma história orgulhosa de ação direta contra o Apartheid na África do Sul. O Congresso Sindical Sul-Africano juntou-se a nós na chamada para a ação direta para acabar com a impunidade de Israel.

Da ocupada e sitiada Gaza

Assinamos

Palestinian General Federation of Trade Unions

General Union of Palestinian Women

University Teachers’ Association in Palestine

Palestinian Non-Governmental Organizations Network (Umbrella for 133 orgs)

Medical Democratic Assembly

General Union of Palestine Workers

General Union for Health Services Workers

General Union for Public Services Workers

General Union for Petrochemical and Gas Workers

General Union for Agricultural Workers

Union of Women’s Work Committees

Pal-Cinema (Palestine Cinema Forum)

Youth Herak Movement

Union of Women’s Struggle Committees

Union of Synergies—Women Unit

Union of Palestinian Women Committees

Women’s Studies Society

Working Woman’s Society

Palestinian Students’ Campaign for the Academic Boycott of Israel

Gaza BDS Working Group

One Democratic State Group

Palestinian Boycott, Divestment, Sanctions National Committee (BNC)

BNC includes: Council of National and Islamic Forces in Palestine, Palestinian NGO Network (PNGO), Palestinian National Institute for NGOs, Global Palestine Right of Return Coalition, Palestinian Trade Union Coalition for BDS (PTUC-BDS), Federation of Independent Trade Unions, General Union of Palestinian Workers, Palestinian General Federation of Trade Unions, General Union of Palestinian Women, Union of Palestinian Farmers, General Union of Palestinian Teachers, General Union of Palestinian Writers, Palestinian Federation of Unions of University Professors and Employees (PFUUPE), Union of Professional Associations, General Union of Palestinian Peasants, Union of Public Employees in Palestine-Civil Sector, Grassroots Palestinian Anti-Apartheid Wall Campaign (STW), National Committee for Grassroots Resistance, Palestinian Campaign for the Academic and Cultural Boycott of Israel (PACBI), National Committee to Commemorate the Nakba, Civic Coalition for the Defense of Palestinian Rights in Jerusalem, Coalition for Jerusalem, Union of Palestinian Charitable Organizations, Palestinian Economic Monitor, Union of Youth Activity Centers-Palestine Refugee Camps, Occupied Palestine and Syrian Golan Heights Initiative


Ver online : Palestine International Solidarity