Página inicial > FSM > FSM 2012/2013 > Consciência Negra:1047 municípios param por Zumbi

Consciência Negra:1047 municípios param por Zumbi

terça-feira 19 de novembro de 2013, por ,

Não só no dia 20, mas durante todo o mês de novembro, centenas de atividades serão promovidas em diversos Estados. O objetivo principal é ampliar as discussões sobre os temas raciais, principalmente em relação à expansão dos direitos conquistados pela comunidade afro-brasileira nos últimos anos.

Em comemoração ao Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra, 1.047 Municípios decretaram feriado nesta quarta-feira, 20 de novembro. A data faz referência à morte do líder Zumbi dos Palmares, símbolo da luta pela liberdade e valorização do povo afro-brasileiro. E desde que foi instituído o marco histórico, tem crescido a quantidade de atividades em torno de reflexões sobre questões raciais no país.

Não só no dia 20, mas durante todo o mês de novembro, centenas de atividades serão promovidas em diversos Estados. O objetivo principal é ampliar as discussões sobre os temas raciais, principalmente em relação à expansão dos direitos conquistados pela comunidade afro-brasileira nos últimos anos.

Ano passado, 400 Municípios decretaram feriado nessa data. Esse ano, Estados como Alagoas, Amapá, Mato Grosso, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul optaram por decretar feriado em âmbito estadual. Nos outros Estados, a decisão compete a cada Município.

Devido às conquistas no cenário nacional, as ações afirmativas estão entre os assuntos em destaque neste mês da consciência negra. Mas as atividades do período também abrem um amplo leque de debates em torno de temas como a prevenção da violência contra a juventude negra e a persistência da representação negativa da pessoa negra nos veículos de comunicação.

A Confederação Nacional de Município (CNM) reconhece a importância da data. A entidade chama a atenção dos gestores municipais para as políticas públicas que valorizem a cultura e busquem a igualdade de oportunidades a todos sem distinção de cultura ou etnia.

Histórico
Zumbi dos Palmares. O líder que foi capturado e morto no dia 20 de novembro de 1695, aos 40 anos de idade. Ele nasceu em 1655, em Palmares, atual Estado do Alagoas. Descendente de guerreiros Imbangalas, de Angola, foi aprisionado por uma expedição portuguesa e entregue aos cuidados do Padre Antônio Melo, que o batizou de Francisco. Com o religioso, aprendeu a escrever em português e latim.

Aos 15 anos, fugiu em busca de suas origens e voltou para o Quilombo dos Palmares, uma comunidade livre formada por escravos fugitivos das fazendas. Tornou-se líder da comunidade aos 25 anos. Em 1694, o quilombo foi atacado pelo bandeirante Domingos Jorge Velho. Após o combate, a sede da comunidade ficou totalmente destruída. Zumbi conseguiu escapar, mas seu esconderijo foi denunciado por um antigo companheiro.


Ver online : CNM