Página inicial > BRASIL > Ciranda Afro > Dia sagrado para Mestre Joel

Dia sagrado para Mestre Joel

segunda-feira 26 de novembro de 2007, por Gal Souza, Weber Lopes Góes,

foto: Gal

Mestre Joel: Esse é um dia sagrado, esse dia onde nossos irmãos estão em festa pra lembrar o passado daqueles guerreiros que morreram. O que nós fazemos? Vamos levar à sociedade que nós não morremos. E que temos direitos iguais. Nós temos direitos iguais.

Weber: A gente sabe, na sociedade brasileira, uma das coisas que foram feitas, uma das políticas racistas foi a de tirar a identidade do negro. Nesse sentido, o que a capoeira fez pra construir a identidade do negro no Brasil?

Mestre Joel: ...é uma forma de trabalho pra mostrar pra sociedade que capoeira não é aquilo que diziam. Que era a imagem do cão..Nós hoje lutamos nas periferia e com meninos de rua pra fazer esporte e praticar a cultura e sair da rua. Esse é o papel dos capoeiristas. Estamos mostrando a luta da raça......

Weber: Fala quem é o senhor ...mestre Joel....que treinou com Suassuna.

Mestre Joel: Aqui é o mestre Joel, deixo o recado pros dirigentes desse trabalho, porque é o dia mais sagrado que nós temos....um povo que veio pra lutar e nunca se acovardou. E a luta continua, sempre que existirmos nós aqui, principalmente no Brasil, a luta do negro tem que se mostrar.