Página inicial > BRASIL > Filme e debate com a diretora

Filme e debate com a diretora

segunda-feira 17 de outubro de 2016, por ,

Documentário de Paula Sacchetta será exibido no auditório da Procuradoria Regional da República da 3ª Região, em São Paulo

"Um momento íntimo ou a oportunidade de falarem daquilo pela primeira vez". Nessa frase é possível resumir o documentário "Precisamos Falar do Assédio", da diretora Paula Sacchetta. A experiência de ouvir os relatos de 140 mulheres de 14 a 85 anos sobre assédio poderá ser conferida durante a exibição do documentário, no dia 19 de outubro, às 12h, no auditório da PRR3. Além disso, haverá um debate após a exibição, que contará com a presença da diretora do filme, do presidente do Sindicato dos Comerciários de São Paulo, Ricardo Patah e dos servidores Priscilla Cruz Leal, especialista em gestão cultural pelo Centro universitário Senac, e Luis Jivago de Assis Quirino, que estuda a igualdade de gênero na política.

A exibição do filme e o debate logo em seguida têm o intuito de alertar e conscientizar sobre a questão do assédio, uma violência que acontece todos os dias, seja numa rua escura, à luz do dia ou mesmo dentro de casa. O evento é organizado pela procuradora Inês Virgínia Soares Prado. Para Priscilla Leal, "a opressão vivida pelas mulheres é uma realidade e precisa ser falada, para nos empoderarmos e criarmos consciência da cultura em que vivemos. Falar é o caminho inicial para mudarmos essa realidade, por isso este evento é tão importante". Luis Jivago também pensa que esse será um debate essencial. "É crucial debater esse tema no ambiente de trabalho, lugar onde ocorrem esse tipo de constrangimento também. Mesmo as instituições não estão imunes a essas situações." O evento conta com o apoio da produtora Mira Filmes, da Ong Elas por Elas e do Sindicato dos Comerciários de São Paulo.

Sinopse
"Na semana da mulher, de 7 a 14 de março de 2016, uma van-estúdio parou em nove locais em São Paulo e no Rio de Janeiro. O objetivo era coletar depoimentos de mulheres vítimas de qualquer tipo de assédio. Ao todo, 140 decidiram falar. Ouvimos relatos de mulheres de 14 a 85 anos, de zonas nobres ou periferias das duas cidades, com diferenças e semelhanças na violência que acontece todos os dias e pode se dar dentro de casa, em um beco escuro ou no meio da rua, à luz do dia. O documentário traz uma amostra significativa dos depoimentos, 26 deles, além de mostrar uma parte importante do processo de filmagens: como as mulheres se sentiam ao contar seus casos? Nos depoimentos puros, sem qualquer tipo de interlocução ou entrevista, acompanhamos um desabafo, um momento íntimo ou a oportunidade de falarem daquilo pela primeira vez. Nas trocas com as meninas da equipe antes e depois dos depoimentos, permitiremos que o espectador entre em contato com uma reflexão da depoente sobre sua própria história, e às vezes sobre o próprio projeto."

O que: Exibição do Documentário "Precisamos Falar a do Assédio”, de
Paula Sacchetta
Quando: 19 de outubro, quarta-feira, das 12h às 14h30
Onde: Auditório da PRR3 - Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 2020
Incrições: prr3-inscricoes@mpf.mp.br

Haverá emissão de certificados


Ver online : MPF