Home > FSM WSF > FSM WSF 2018 > Livro “A limpeza étnica da Palestina” será lançado no Fórum em Porto (...)

Livro “A limpeza étnica da Palestina” será lançado no Fórum em Porto Alegre

Thursday 12 January 2017, by Ciranda.net,

Escritor e pesquisador israelense Ilan Pappé reexamina criticamente os acontecimentos de 1948 e o sionismo enquanto projeto político

Em 21 de janeiro próximo, o Fórum das Resistências em Porto Alegre terá lançamento antecipado do livro “A limpeza étnica da Palestina”. De autoria do historiador israelense Ilan Pappé, publicada pela Editora Sundermann, a obra é inédita em português. O lançamento é uma parceria com a Ciranda Internacional de Comunicação Compartilhada e contará com a presença da jornalista palestino-brasileira Soraya Misleh, que também assina a orelha da edição, apresentando o livro.

A partir da abertura de arquivos oficiais israelenses, Pappé debruçou-se em reexaminar criticamente os acontecimentos de 1948 e o sionismo enquanto projeto político. Nesta obra, alia documentos oficiais à memória palestina e demonstra que, para a criação de Israel como Estado judeu, a escolha de suas lideranças foi promover limpeza étnica, ou seja, expulsão deliberada dos palestinos.

O autor é um dos mais importantes entre os chamados novos historiadores israelenses. Professor da Universidade de Exeter, na Inglaterra. Filho de imigrantes judeus alemães, nasceu em Haifa em 1954, apenas seis anos após a criação do Estado de Israel – para os palestinos, a Nakba (catástrofe). Lecionou na Universidade de Haifa entre 1984 e 2007.
Após a publicação de “A limpeza étnica da Palestina” e de expressar apoio ao movimento BDS (boicote, desinvestimentos e sanções) a Israel, Pappé passou a enfrentar pressão e ameaças, o que o levou a exilar-se na Inglaterra, onde vive hoje.
Mesmo pressionado, não reviu suas conclusões, como fizeram outros “novos historiadores”. Abdicou dos privilégios que o silêncio cúmplice lhe traria e tem dedicado seu conhecimento à denúncia vigorosa da limpeza étnica do povo palestino e a que se faça justiça na tão maltratada Palestina.
Ele vai além: afirma que sem o reconhecimento histórico da Nakba, não é possível haver uma solução justa, o que implica necessariamente assegurar o direito de retorno dos milhões de refugiados expulsos de suas terras.
O lançamento antecipado do livro em Porto Alegre vai ao encontro da temática desta edição do Fórum Social Mundial Temático: resistências. A tradução ao português era uma demanda de movimentos de solidariedade à causa palestina que lamentam o desconhecimento sobre o tema e as narrativas tendenciosas da mídia. Soraya Misleh é grande conhecedora da obra e trajetória de Pappé e participa dos movimentos internacionais de resistência contra a ocupação, apartheid e colonização na Palestina.
A atividade incluirá Roda de Conversa com a jornalista e ocorrerá na Tenda das Resistências, no Parque da Redenção. Os exemplares poderão ser adquiridos por R$ 60 (tiragem limitada) . Haverá sorteio de um exemplar entre os participantes inscritos nas atividades de Comunicação e Cultura de Resistência durante o fórum.