Página inicial > BRASIL > Livro e debate sobre a privatização do Brasil

Livro e debate sobre a privatização do Brasil

segunda-feira 15 de setembro de 2014, por ,

A obra de Aluízio Biondi ajuda a compreender o país de hoje, as perdas com a transferência de empresas e patrimônios públicos para o controle privado. Participam do debate no relançamento: Jânio de Freitas, Luis Gonzaga Belluzo, Amaury Ribeiro Jr, Antonio Biondi, e Renata Mielli

Obra indispensável da histórica econômica recente do país, o livro O Brasil Privatizado - Um balanço do desmonte do Estado, de Aloysio Biondi, será relançado e discutido em São Paulo, na segunda-feira (15). A atividade, promovida pela Geração Editorial em parceria com o Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, ocorre no Sindicato dos Engenheiros (Rua Genebra, 25), a partir das 19h, com entrada franca.

Jânio de Freitas, jornalista e responsável pela apresentação da nova edição, compõe a mesa de debate ao lado do economista Luis Gonzaga Belluzo, do jornalista Amaury Ribeiro Jr (autor de ’A Privataria Tucana’) e de Antonio Biondi, coordenador do projeto O Brasil de Aloysio Biondi . A mediação será feita por Renata Mielli, do Barão de Itararé.


O Brasil Privatizado

A histórica obra de Aloysio Biondi, lançada em 1999, vendeu 140 mil exemplares. “Como uma associação de interesses inconfessáveis desfechou o maior assalto da história ao patrimônio nacional” é o subtítulo que sintetiza o livro. Para Antonio Biondi, um dos filhos de Aloysio, já falecido, o relançamento da obra é fundamental em um momento no qual uma jovem geração de eleitores — parte da qual foi às ruas pedir mudanças no Brasil, em 2013 — ajudará a decidir os rumos do país “com uma posição muito mais crítica ao atual governo do que em relação às alternativas que se colocam”.

Confira a entrevista completa que Antonio Biondi concedeu ao Viomundo.