Página inicial > FSM/WSF 2015 - TUNIS > Mulheres protestam no Rio contra Cunha e a favor de direitos

Mulheres protestam no Rio contra Cunha e a favor de direitos

quinta-feira 29 de outubro de 2015, por Agência Pulsar,

Uma manifestação que reuniu principalmente mulheres pediu na última quarta-feira (28) a saída do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) da presidência da Câmara. O ato ocorreu na Cinelândia, tradicional local de manifestações políticas no centro do Rio. As posições do parlamentar a favor de uma legislação mais restritiva ao aborto e o envolvimento dele no recebimento de recursos desviados da Petrobras, segundo investigações da Operação Lava Jato, foram alvos de críticas das participantes.

As ativistas saíram em passeata da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), onde acompanharam, durante a tarde, a votação do relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito sobre o aborto no estado, classificado pelas feministas como um retrocesso.

Na caminhada até a Cinelândia, as manifestantes pararam em frente ao escritório político de Eduardo Cunha, no Largo da Carioca, e, com faixas e cartazes, protestaram contra o Projeto de Lei (PL) 5.069, que dificulta a realização de abortos por mulheres vítimas de estupro, pois ficam obrigadas a fazer boletim de ocorrência em delegacia policial para comprovar a violência sexual.

Violência sexual, aborto, pílula do dia seguinte e direitos das mulheres foram os principais temas levantados durante a manifestação.

Pulsar