Página inicial > FSM/WSF 2015 - TUNIS > Rio debate futuro da cidade após Jogos Olímpicos

Rio debate futuro da cidade após Jogos Olímpicos

terça-feira 18 de agosto de 2015, por Agência Pulsar,

Entre os dias 18 e 24 de agosto, ocorre no Rio de Janeiro o debate que irá discutir o futuro da cidade após os Jogos Olímpicos de 2016 e pelos próximos 50 anos. As propostas que saírem das discussões farão parte do Plano Estratégico 2017-2020, que será apresentado em março de 2016.

O projeto Visão Rio 500 foi detalhado na noite da última segunda-feira (17) pelo prefeito Eduardo Paes, durante evento na Praça Mauá, um dos marcos do processo de revitalização olímpica da cidade, ao lado do futuro Museu do Amanhã, que será inaugurado no próximo ano.

Segundo Paes, o Rio tem que pensar grande e avançar para ser uma cidade mais justa. Uma das áreas que se desenvolvem nos próximos anos é a região portuária, que passa por um processo de revitalização, com investimentos públicos e privados. Mas o prefeito do Rio quer garantir que o local seja habitado por famílias e não apenas um novo núcleo comercial e financeiro.

Porém, a cidade olímpica é marcada pelos casos de remoção. Somente entre os anos de 2009 e 2013, 67 mil pessoas foram removidas de suas casas pela Prefeitura do Rio. Tomando por base o senso do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) de 2010, é como se fossem desalojados de suas residências todos os moradores dos bairros da Urca, Cosme Velho, Glória, São Conrado, Leme e Gávea de uma só vez. Faltando um ano para o início da competição, o número de remoções continua aumentando.

A população pode participar e dar ideias por meio da plataforma colaborativa www.visaorio500.rio.

*Com informações da RBA