Página inicial > documentos > Ciranda.net > VI Fórum Social Mundial: A Comunicação no fórum, uma experiência (...)

VI Fórum Social Mundial: A Comunicação no fórum, uma experiência compartilhada

sexta-feira 20 de janeiro de 2006, por Foro de Radios/Fórum de Radios/ Radio Forum, Inmidia GT-FSM/WSF-WF,

O registro e difusão de milhares de debates e propostas desenvolvidos por movimentos e organizações sociais reunidos a cada ano sob o lema “Outro mundo é possível” é um desafio assumido pelos meios de comunicação alternativos que comparecem à estes encontros.

O desenrolar de uma cobertura compartilhada de todas as atividades tem dado como frutos, experiências de comunicação compartilhada como a Ciranda (experiência de jornalismo escrito), o Fórum de Rádios (experiência de rádios comunitárias) e o Fórum de Tvs (experiência com vídeo e televisão comunitárias).

A comunicação compartilhada vai além do registro e difusão de um evento, supõe o desafio de democratizar os conhecimentos e as ferramentas para a comunicação, gerar espaços para a articulação e garantir o livre fluxo de informação, a circulação do conhecimento e a difusão de propostas.

A equipe de comunicação do VI Fórum Social Mundial, Caracas 2006; apóia e gestiona os espaços onde possam se tornar realidade novamente as experiências da Ciranda, Fórum de rádio e Fórum de TVs.

Como leva-se a cabo a comunicação compartilhada.

A comunicação compartilhada tem vários momentos e objetivos. O primeiro é a formação e geração de capacidades técnicas e a gestão dos recursos necessários. Um segundo momento é a cobertura coletiva do fórum, o registro e a difusão dos materiais comunicacionais. E por último a distribuição, intercâmbio e debates que geram os produtos.

Para o VI Fórum Social Mundial tem se planificado uma sala com cerca de 100 computadores e conexão à Internet e outras facilidades de escritório para fazer possível a Ciranda, experiência que estará refletida em artigos publicados diariamente no site www.ciranda.net

Para rádio estão sendo planificadas oficinas que democratizem o conhecimento de digitalização de áudio, pós produção de áudio, transmissões ao vivo ao ar e vía Internet, e colocação de materiais radiofônicos na rede.

Em princípio os produtos do Fórum de Rádios estarão disponíveis para sua utilização livre pelas rádios e meios comunitários através do site www.forumderadios.fm. E estarão ao ar na Venezuela através de espaços cedidos pela Rádio Alternativa de Caracas, Rede Venezuelana de Meios Comunitários, Rede de rádio Fé y Alegría.

Na área audiovisual estão previstas oficinas de capacitação para o tratamento da imagem e sua colocação na Internet. Os produtos do Fórum de Tvs estarão disponíveis também para utilização livre na página web www.forumdetvs.tv e sairão ao ar na Venezuela através de uma hora diária cedida pelos sinais de Vive, Canal 8 e para todo o continente americano através da Tele Sul. Neste mesmo sentido está sendo gestionada a colocação ao ar de um sinal livre de satélite, os parâmetros para o uso deste sinal por todo o mundo serão informados logo.

Como tem funcionado a comunicação compartilhada até agora no VI Fórum Social Mundial, Caracas 2006.

Na gestação deste Fórum Social Mundial organizações como a Rádio Alternativa de Caracas, o Coletivo Índia, a Rede Panacuates, Rede de rádio Fé y Alegría e Rádio Macarao têm realizado produções conjuntas de rádio e televisão que contaram com a participação ativa de muitas organizações e individuos impulsionadoras desta grande reunião.

Para estas produções contou-se com o apoio de meios públicos como o YVKE, Vive Tv, Venezuelana de Televisão e o Ministério de Comunicação e Informação. Neste processo contou-se também com o apoio do Conselho Nacional da Cultura mediante a reprodução destes materiais e com a Rede Nacional de Bibliotecas Públicas para sua distribuição nas comunidades.

Em direção à comunicação compartilhada do VI Fórum Social Mundial, Caracas 2006

Avançamos em diração à construção entre todas e todos de uma cobertura compartilhada, em todos os idiomas presentes no VI Fórum Social Mundial que reflete a agenda dos movimentos sociais, suas propostas, suas experiências e que sejam de livre acesso e uso. Para participar desta experiência é preciso se inscrever como meio alternativo no site www.forosocialmundial.org.ve. Com esta inscrição se obtém uma credencial que permite o acesso às atividades do Fórum, às salas de imprensa, rádio e televisão e às equipes destinadas a tornar realidade uma comunicação mais diversa, plural e democrática.

Para entrar em comunicação com as organizadoras dos Fórum de Rádios e Tvs pode-se escrever ao e-mail audiovideo@forosocialmundial.org.ve.