Ciranda internacional da comunicação compartilhada

agrega noticias de parceiros parcerias da ciranda
Megaeventos geram violação de direitos de crianças e adolescentes

Para pensar ações de combate a essas violações de direitos de crianças e adolescentes durante a Copa do Mundo de 2014 foi criado o Comitê de Proteção Integral da Criança e do Adolescente para os Megaeventos Esportivos.

Recurso do Ministério Público Federal não impede a continuação das obras de Belo Monte

O Tribunal Regional Federal (TRF) da primeira Região autorizou o retorno das atividades do Consórcio Construtor Belo Monte na última sexta-feira (20).

Novos estádios da copa refletem mercantilização do futebol

A remodelação dos estádios que vão receber a Copa do Mundo de 2014 traz um novo paradigma para as tradicionais formas de torcer.

Pesquisas revelam dados alarmantes sobre os gastos para a copa de 2014

Dos 20 estádios mais caros do planeta, metade se encontra no Brasil. A constatação é de que nunca se gastou tanto em estádios como no Brasil nesses últimos anos.

Página inicial > FSM > FSM 2012/2013 > Tunisia 2013 > Chamado a participação: 3º Fórum Mundial de Mídias Livres

Chamado a participação: 3º Fórum Mundial de Mídias Livres

segunda-feira 4 de março de 2013

Todas as versões desta matéria: [English] [Español] [français] [Português do Brasil]

O 3º Fórum Mundial de Mídias Livres terá lugar em Tunis (Campus Al Manar), entre 24 e 30 de março de 2013, dentro da programação do Fórum Social Mundial (26 a 30 de março). Para isso, os organizadores lançam um apelo à participação de todos(as) os(as) militantes, ativistas sociais em espaços das mídias comunitárias e associações, jornalistas cidadãos, etc

Mídias Livres
Ampliadoras da democracia e da cidadania

Após três fóruns no Brasil (Rio de Janeiro 2008, Vitória 2009 e Porto Alegre 2012), três encontros preparatórios no Norte da África (Marrakech 2011, Tunis 2012 e Marrakech 2013), duas edições mundiais (Belém 2009 e Rio de Janeiro 2012), e ainda uma Assembleia de Convergência no Fórum Social Mundial 2011 (Dakar, Senegal), as mídias livres dão-se nova oportunidade de avançar com esta terceira edição mundial, que acontecerá em Túnis, de 24 a 30 de março de 2013.

Várias centenas de representantes de mídias livres de todo o mundo preparam-se atualmente para vir a Túnis, com a intenção de participar do 3º Fórum Mundial de Mídias Livres (FMML), com um foco especial nas rádios comunitárias, associativas, que terá lugar em Tunes, de 24-30 março de 2013.

Além de cobrir as atividades e debates do FSM, as mídias independentes realizarão também atividades específicas durante o 3º FMML: atividades autogestionadas, oficinas de formação, fóruns, conferências, debates, cobertura midiática, espaços de exposições e documentação, assembléia de convergência, etc... Uma “Vila das Mídias Livres”, um centro que funcionará durante todo o fórum, com um espaço privilegiado dedicado às rádios comunitárias.

Programa de atividades (a titulo indicativo)

As atividades inscritas e organizadas pelos coletivos de mídias, autonomamente, e pelas organizações interessadas, dentro do quadro de atividades autogestionadas, terminou por construir um programa comum baseado em cinco eixos temáticos: direito à comunicação, rádios comunitárias, apropriação tecnológica, regulação e liberdades, diversidade versus marginalização/criminalização.

24 março 2013

Mesa redonda de abertura do 3º FMML:
- a comunicação como um bem comum
- mídias livres: um movimento pelo direito à comunicação

25 março 2013
• 1º Fórum Social Mundial de rádios associativas e comunitárias
• Formação (vídeos, softwares livres, etc.)

26 março 2013
Marcha de abertura do FSM

27-28 março 2013
35 oficinas autogeridas relacionadas aos temas de “mídias livres” e ao “direito à comunicação”

29 março 2013
Assembléia de Convergência de ações para favorecer o direito à comunicação e reforçar a liberdade de expressão

30 março 2013
Encerramento do FSM

A Vila de Mídias Livres

Durante toda a duração do FSM e do 3º FMML, funcionará uma vila de mídias livres. Equipes de jornalistas e voluntários do mundo inteiro garantirão as diferentes atividades que acontecerão neste espaço: coberturas em várias linguagens midiáticas, formações, animação, etc, com o apoio, entre outros, das equipes de E-Joussor, Associação Mundial de Rádios Comunitárias (AMARC), Ciranda, IPS, Instituto Panos África do Oeste (IPAO).

A Vila das Mídias Livres compreenderá diferentes espaços:

Centro de mídias livres
Será um espaço colaborativo, de comunicação compartilhada e aberto às diferentes mídias livres presentes, composto de duas salas de redação para permitir aos jornalistas e voluntários trabalhar sobre diversas plataformas, para publicações impressas e eletrônicas que estarão no FSM (Flamme d’Afrique, Ciranda, E-joussour, Ritimo, etc.). Assim, além da difusão das informações pelas redes sociais (Facebook, Youtube, Twitter), estaremos igualmente nas redes e plataformas livres.

Espaço dedicado à formação
Oficinas de formação e de intercâmbio sobre técnicas de realização de vinhetas radiofônicas, desde a concepção até à produção e à distribuição.

Um mercado para as vinhetas
Haverá um espaço construído especialmente para que as rádios comunitárias do mundo inteiro possam intercambiar suas “áudio vinhetas” e dessa forma compartilhar emissões (reportagens, entrevistas, etc), que elas poderão reutilizar dentro de sua própria rádio, da forma em que estão ou adaptando-as às suas necessidades específicas. Essas vinhetas são consideradas bens comuns à disposição da comunidade.

Dois estúdios de rádio
Espaço especialmente dedicado às rádios comunitárias (espectro e web), que queiram cobrir as atividades do FSM ao vivo e editado, em várias línguas. O espaço será instalado em estúdios dotados dos equipamentos necessários para o registro, a montagem, a produção e a emissão.

Estúdio de televisão
Um espaço dedicado às televisões comunitárias (especialmente a TV do FSM – WSFTV) para a realização de emissões, entrevistas, etc..., ao vivo ou editadas (podcasts).

Espaço de documentação
Uma biblioteca sobre mídias livres (com um destaque para as rádios associativas e comunitárias) será instalada na Vila de Mídias Livres. Todos(as) os(as) participantes poderão intercambiar documentos em diferentes línguas.

Espaço de exposição
Uma homenagem especial será realizada aos amigos das mídias livres desaparecidos nos últimos anos, com destaque específico sobre a região do Magreb-Machreck.

A fim de atingir as publicações do mundo todo, diferentes língu-* as serão utilizadas: Arabe, Frances, Ingles, Espanhol, Portugues. Outras línguas poderão ser agregadas.

Resultados esperados

* Atores e atrizes em mídias livres e rádios comunitárias do mundo todo formados em técnicas básicas de rádio
* Uma dezena de rádios associativas tunisianas beneficiadas com o material radiofônico adquirido por ocasião do FMML.
* Uma sinergia entre os atores de mídias livres e rádios comunitárias, constituindo-se também redes com todos os atores
* Elaboração de estratégias de campanhas para defender e demandar o direito à comunicação
* Atores e atrizes das mídias livres identifiquem as preocupações e lutas comuns para reforçar o direito à comunicação pelo mundo inteiro
* Uma sinergia entre os participantes da região do Magreb-Machrek e do mundo inteiro criada para reforçar as lutas pelo direito à comunicação nessa região.
* As bases da quarta edição do FMML sejam construídas.

Gratos por confirmar sua participação e por enviar os seguintes dados ao endereço: fmmltunis@gmail.com

Sobrenome/Nome:
País :
Organização:
Língua de trabalho:

Responder a esta matéria