Ciranda internacional da comunicação compartilhada

agrega noticias de parceiros parcerias da ciranda
Megaeventos geram violação de direitos de crianças e adolescentes

Para pensar ações de combate a essas violações de direitos de crianças e adolescentes durante a Copa do Mundo de 2014 foi criado o Comitê de Proteção Integral da Criança e do Adolescente para os Megaeventos Esportivos.

Recurso do Ministério Público Federal não impede a continuação das obras de Belo Monte

O Tribunal Regional Federal (TRF) da primeira Região autorizou o retorno das atividades do Consórcio Construtor Belo Monte na última sexta-feira (20).

Novos estádios da copa refletem mercantilização do futebol

A remodelação dos estádios que vão receber a Copa do Mundo de 2014 traz um novo paradigma para as tradicionais formas de torcer.

Pesquisas revelam dados alarmantes sobre os gastos para a copa de 2014

Dos 20 estádios mais caros do planeta, metade se encontra no Brasil. A constatação é de que nunca se gastou tanto em estádios como no Brasil nesses últimos anos.

Página inicial > FSM > FSM 2012/2013 > "Somos contrários ao acordo de tecnologia nuclear entre o Japão e o (...)

"Somos contrários ao acordo de tecnologia nuclear entre o Japão e o Brasil"

sexta-feira 6 de setembro de 2013

Coalizão anti-nuclear mobiliza entidades no Brasil e no Japão e personalidades internacionais contra a importação de usinas japonesas. Dois atos, dias 7 e 13, já estão programados no país. Leia a declaração.

A Declaração abaixo, contra um eventual acordo nuclear Brasil-Japão, será entregue no dia 13 de setembro de 2013, concomitantemente no Brasil e no Japão, aos governos desses países e às suas embaixadas e consulados. O dia 13 de setembro é a data do 27º. aniversário do mais grave acidente radiológico ocorrido no mundo, com um aparelho de radioterapia abandonado em Goiânia, Brasil.

Essa Declaração foi subscrita por 85 organizações da sociedade civil japonesa e 31 da sociedade civil brasileira, e recebeu o apoio de 30 Prêmios Nobel Alternativo, de 20 países (ver nomes abaixo).

Em São Paulo ela será entregue às 12 horas do dia 13 ao Consulado do Japão (Avenida Paulista, 854).

Bem-vindos todos que quiserem participar desse protesto.

Somos contrários ao acordo de tecnologia nuclear entre o Japão e o Brasil

Os jornais noticiaram que o governo japonês vai assinar um acordo com o governo brasileiro para preparar o caminho para a exportação de usinas nucleares japonesas para o Brasil.

Passados mais de dois anos do acidente nuclear de Fukushima, sua verdadeira causa permanece desconhecida, o que nos obriga a uma profunda revisão da tecnologia nuclear japonesa.

Não é por outra razão que a opinião pública no Japão tem se mostrado contrária não somente à construção de novos reatores, mas também à reativação dos existentes.

As usinas de Fukushima ainda estão liberando radioatividade no meio ambiente e o governo japonês não consegue controlar essas contaminações. Assim, o Japão está causando sérios danos para o mundo.

Como o governo pode apoiar a construção de usinas nucleares fora do Japão em tal situação? Isto só pode ser entendido como uma maneira de dar uma saída para a indústria nuclear japonesa, impedida de construir novas usinas no seu país.

No Brasil, cresce o temor de acidentes em suas usinas nucleares de Angra dos Reis, localizadas entre as duas maiores cidades brasileiras, Rio de Janeiro e São Paulo. Ao mesmo tempo, cresce a pressão para que se passe a usar fontes de energia menos perigosas, para atender as necessidades do país em eletricidade.

Existem outras formas do Japão contribuir para a solução dos problemas de energia do Brasil e do mundo – por exemplo, pela cooperação em torno de energias renováveis.

As organizações da sociedade civil japonesa e brasileira, abaixo assinadas, são contrárias ao acordo anunciado, entre o Brasil e o Japão, em torno da tecnologia nuclear.

13 de setembro de 2013

Nomes das 31 organizações brasileiras que assinam a presente Declaração

Articulação Antinuclear Brasileira / Associação Brasileira de Medicina Antroposófica - São Paulo / Associação das Vítimas do Césio – Goiânia / Centro de Dharma da Paz Shi De Tchö Tsog - São Paulo / Coalizão por um Brasil Livre de Usinas Nucleares – São Paulo / Comunidade dos Cristãos no Brasil - São Paulo / Federação Waldorf no Brasil - São Paulo / Fórum das Pastorais Sociais do Regional Sul 1 – São Paulo / Fórum Mudanças Climáticas e justiça Social – Brasília / Fórum pela Humanização do Social - São Paulo / Fundação Lama Gangchen para a Cultura de Paz - São Paulo / Gambá - Grupo Ambientalista da Bahia – Salvador/ Goetheanum.ch / Greenpeace – Brasil / Grupo Pindorama - São Paulo / Ibase - Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas - Rio de Janeiro / INDESA - Instituto Nacional de Desenvolvimento Socioambiental - Rio Grande do Sul / Instituto Madeira Vivo - IMV - Rondonia / Monteazul International.de / Movimento Ecosocialista de Pernambuco (MESPE) / Movimento Gaúcho em Defesa do Meio Ambiente (MoGDeMA) – Rio Grande do Sul / (Continua no verso) Movimento Nacional de Afetados por Desastres Socioambientais – MONADES / Movimento Tapajós Vivo – Pará / Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul (NEJ – RS) / Setorial Ecossocialista do PSOL – São Paulo / Sociedade Angrense de Proteção Ecológica – SAPÊ – Rio de Janeiro / Sociedade Antroposófica no Brasil / Tardö Ling - Centro de Desenvolvimento Humano Cultural e Filosófico – São Paulo / ZumKukuk.de – São Paulo

Nomes das 86 organizações japonesas que assinam a presente Declaração

“We don’t need Nuclear Power Plants” in Shimonoseki / Alternative People’s Linkage in Asia (APLA) / AM-Net / APFS Trade Union / Article 9, Ise committee / Atomkraftfreie Welt-Sayonara Genpatsu Düsseldorf e.V. / Beqerel Free Life in Hokkaido / Biodiversity Information Box / Buddhist Temple of Kokubun / Campaign for Nuclear-free Japan / Church of Christ in Japan / Citizens’ Nuclear Information Center / Citizen’s voice in Gifu Prefecture to protect Peace / Civil Committee to settle Fukushima Accident / Costarica Republican Village / Doggyscafe / Emergency Action on the Fukushima Nuclear Crisis / Escola de Samba Kumamoto / Firefly Solidarity against Nuclear Plants / From Earth & Cafe Ohana / Fukuoka Joint Trade Union / Greens Japan / Greenz, Yamaguchi / Group of stickers to say good bye to Nuclear Power plants / Group to protect children from radiation in the Southern Iwate prefecture and Northern Miyagi prefecture / Group to protect children’s future in Kawagoe / Group to say good bye to Nuclear Plant In Nakatsugawa / Groups of the Parents who protect the children’s future / Hattori Ryoichi Support Group / Human rights and Environment / Human Rights and Peace Network in Ube / Inadani Network to protect children from radiation / Japan Womens’ Council I / Kafka no Kai / Kannsai Madam Council to stop the nuclear power plants / Kansai Network to Stop Nuclear Power Plants / Kazashimo no Kai – Fukushima / Kiso Network for no nuclear power plants / Kita Settsu Citizen’s Stury Group / Kunizaki debris ML / Life Future Ube / National Council for education of local history / natural design ukA / NGO Civilian Activity Support Network / Nipponzanmyohoji – Buddhist Temple / No More Radiation / No Nukes Action in Kamimaki / No Nukes Asia Actions Japan(NNAA-J) / No Nukes Asia Forum Japan / No Nukes from shiga / No Nukes Tent @ Tsukuba / No Nukes, Kiso Network / Nonukes Network in Oita / nose・café / NPO Center for recreation of the damaged regions of East Japan Earthquake / Nuclear Phase-out Tepco Shareholder’s Movement / ODA reform network / ODA reform network in Kansai / Okinawa Outreach / Peace committee of Yamato Koriyama city / People Against Nukes Mie / People’s Plan Study Group / Pore Pore Sakura / Radioactive material Radioactive material NO! / ReseedNow / Samba Planeta / Save the children from the risks of radiation exposure and nuclear plants / Sayonara Nuclear Power Plant Project in Kashiwazaki & Kariwa / SecurityProject / Sensho Inc. / Special
Committee on the Nuclear issue in Chugoku region of United / Study group of history in Suginami, Tokyo / Study group of Peace in the post-nuke world / Sunsun Sisters / Tabusecho local develoment study group / ten-mou-douzyou kyousin-an / Tewatashipress / The Choir of Green and Sea / The Committee to improve literacy on the Constitution / The Network of the religious people to create Peace / The residents’ group against new airport in Higashinada-ku / Toki wo Mitsumeru Kai / Women in Shinagawa to review Nukes / Women’s tent space of Women who refuse Nuclear Power Plant with Fukushima people / Workers association of Kyoto Consumers Union / Youth Group in Yamaguchi to review Kaminoseki Nuclear Power Plant

Nomes dos 30 Prêmios Nobel Alternativo (RLA - Right Livelihood Award) e membros do Conselho Mundial do Futuro (WFC - World Future Council) de 20 países, que apoiam a presente Declaração.

Andras Biro (Hungria) - RLA 1995 / Angie Zelter (Reino Unido) - RLA 2001 / Anna Oposa (Filipinas) - Conselheira WFC / Anwar Fazal (Malásia) - RLA – 1982 / Asociación de Trabajadores Campesinos del Carare (ATCC) (Colômbia)- RLA 2010 / A.Behar – Presidente da AMFPGR - Associação do Médicos Franceses pela prevenção da guerra nuclear (do IPPNW) (França) / Bianca Jagger (Nicaragua) - RLA 2004 / Chico Whitaker (Brasil) - RLA 2006 / David Suzuki (Canada) - RLA 2009 / Dom Erwin Kautler (Brasil) - RLA 2010 / Dr.Hanumappa R. Sudarshan (India) / RLA 1994 / Fernando Funes (Cuba) - RLA 1999 / Fernando Rendón (Colômbia) – RLA 2006 / Frances Moore Lappe (EEUU) - RLA 1987 / Fundação Gaia - Legado Lutzenberger (Brasil) – RLA 1988 / Helen Mack (Guatemala) – RLA 1992 / Ida Kuklina (Russia) - RLA 1996 / Juan Pablo Orrego S. (Chile) – RLA 1998 / L. Hunter Lovins (EEUU) - RLA 1983 / Manfred Max-Neef – (Chile) – RLA 1983 / Marcos Arana (Mexico) - International Baby Food Action Network, IBFAN (Suiça) – RLA 1998 / Martin von Hildebrand (Colombia) - RLA 1999 / Maude Barlow (Canada) - RLA 2005 / Raul Montenegro (Argentina) – RLA 2004 / S. Mohammed Idris (Malásia) - RLA 1988 / Sekem / Ibrahim Abouleish (Egito) - RLA 2003 / Sima Samar (Afganistão) - RLA 2012 / Swami Agnivesh (India) - RLA 2004 / Tony Clarke (Canada) - RLA 2005 / Vandana Shiva (India) - RLA 1993.

Responder a esta matéria