Para que outro mundo seja possível, é preciso reinventar a comunicação



Publicidade e infância

Ferramentas de comunicação como documentários e blogs tem sido utilizados pelo Projeto Consumismo e Infância para mobilizar a sociedade para o debate polêmico do consumismo infantil causado pelo apelo publicitário.


Por que o PL do FUST é um desastre

Está em vias de aprovação na Câmara dos Deputados um projeto de lei (PL 1481/2007) que modifica a lei do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (lei 9998/2000). Sob o véu de agenda positiva, esconde-se um texto desastroso e anacrônico.

Estado Laico
EBC suspenderá programas religiosos

Os realizadores terão seis meses para retirar a programação do ar.



Página inicial > BRASIL > Ciranda Afro > Mulheres Negras do Brasil

Mulheres Negras do Brasil

terça-feira 13 de março de 2007

Sem a pretensão de esgotar o assunto, Schuma Schumaher e Érico Vital Brazil lançam Mulheres Negras do Brasil, uma co-edição Redeh - Rede de Desenvolvimento Humano e Senac Editoras.

O livro ajuda a construir um novo olhar sobre o passado e a superar a invisibilidade das mulheres negras, levando ao reconhecimento de suas contribuições na formação de nossa identidade. De acordo com os autores, com exceção dos escritos sobre o sistema escravocrata e algumas alusões ao mito Chica da Silva, não se encontram referências e informações detalhadas sobre as mulheres negras em nossos currículos escolares, museus, livros didáticos e narrativas oficiais.

Foram três anos de pesquisa em todas as regiões do país, especialmente nos estados do Maranhão, Pernambuco, Bahia, São Paulo, Paraná, Minas Gerais e Rio de Janeiro. A idéia do livro surgiu a partir do lançamento do Dicionário mulheres do Brasil, em 2000, quando Schuma e Érico, também autores da referida obra, perceberam que muitas lacunas sobre a contribuição dos negros e negras na construção do país ainda precisavam ser preenchidas. Além das entrevistas e dos depoimentos colhidos, eles recorreram a diferentes acervos e documentos históricos, para escrever esse título, que representa uma nova etapa do projeto “Mulher, 500 anos atrás dos panos”, quem vem sendo desenvolvido pela Redeh.

A obra, que contou com o apoio da Petrobras e do Banco do Brasil, apresenta referências, estudos e raridades iconográficas desde antes da chegada dos europeus às terras brasileiras até a atualidade. Os autores relatam o pioneirismo e a garra de diversas mulheres negras, seja nas artes, na política, nos esportes ou nas diferentes atividades profissionais. O leitor poderá, ainda, se inteirar sobre as mais de cem sacerdotisas afro-brasileiras retratadas no livro, assim como outras curiosidades sobre as atividades das negras brasileiras em áreas como comércio ambulante e educação ou no engajamento em movimentos sociais e em práticas ancestrais das benzedeiras e parteiras. O título conta também com cerca de 950 imagens que ilustram o dia-a-dia dessas mulheres.

A noite de autógrafos de Mulheres Negras do Brasil está marcada para o próximo dia 5 de março (segunda-feira), no Senac Bistrô - Rua Marquês de Abrantes, 99 - Flamengo, Rio de Janeiro. O evento vai apresentar, também, uma exposição que retrata, através de textos e imagens, um breve resumo visual da obra e contará com a presença de diversas mulheres negras que ajudam a construir a contemporaneidade.

SOBRE OS AUTORES

Schuma Schumaher - Pedagoga, especialista em Orientação Educacional e Administração Escolar. Integra o Movimento Feminista desde 1978. Foi Secretária Executiva e Diretora de Articulação Política do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher (1985-88). Fez parte da Comissão Coordenadora que mobilizou a participação das mulheres, em 1995, da IV Conferência Mundial sobre a Mulher. Atualmente é Coordenadora Executiva da Organização Não-Governamental Feminista Redeh - Rede de Desenvolvimento Humano; na qual é co-responsável pelos Projetos “Por uma educação não discriminatória” e “Mulher, 500 anos atrás dos panos”. É co-autora do Dicionário mulheres do Brasil, Abrealas, Um rio de mulheres e Gogó de emas. Representa no Conselho Nacional dos Direitos da Mulher (CNDM), a Articulação de Mulheres Brasileiras da qual faz parte desde a fundação. Foi integrante da Comissão Organizadora da Conferência Nacional de Políticas para Mulheres, do governo federal, em 2004; ano em que recebeu o prêmio de Mulher do Ano (Diploma Bertha Lutz) concedido pelo Senado Federal. Foi, em 2005, uma das 52 brasileiras indicadas ao Prêmio Nobel da Paz.

Érico Vital Brazil - Após uma formação multidisciplinar com estudos específicos nas áreas de simbolismo e religiões comparadas, se dedica às iniciativas socioculturais. Ocupa a direção de projetos da Casa de Vital Brazil e esteve durante 12 anos à frente da instituição de ensino Astroscientia. Desde 1997, é um dos coordenadores do projeto “Mulher 500 anos atrás dos panos”, que tem como objetivo resgatar e dar visibilidade à participação das mulheres na formação e no desenvolvimento do Brasil. Foi co-organizador do Dicionário mulheres do Brasil (Editora Jorge Zahar, 2000), e co-autor de Um rio de mulheres (Redeh, 2003).

Sobre os editores

A Redeh - Rede de Desenvolvimento Humano, é uma organização não-governamental, criada em 1988, com a missão de fortalecer conceitual e praticamente a cidadania feminina, por meio de pesquisas, diagnósticos, informações e educação nas áreas de direitos das mulheres, direitos humanos, superação do racismo, saúde, meio ambiente e comunicação.

As Editoras Senac editam obras de conteúdo técnico e profissionalizante, que abordam os temas das doze áreas nas quais o Senac atua no Brasil ­- comunicação, artes, design, desenvolvimento empresarial, moda, beleza, saúde, turismo, educação ambiental, hotelaria e gastronomia, informática e administração. Os livros enfocam sempre a responsabilidade social e ambiental, disseminando a missão de toda a instituição: proporcionar o desenvolvimento de pessoas e organizações para a sociedade do conhecimento. Contudo, o acervo editorial ultrapassa o escopo de atuação do Senac, incluindo também assuntos de importância nacional como política, diplomacia, as várias manifestações culturais, esporte e comportamento.

Ver online : Redeh - Rede de Desenvolvimento Humano e Senac Editoras

7 Mensagens

  • Mulheres Negras do Brasil 26 de março de 2007 13:50, por BILL

    QUAL É O MOTIVO DO LIVRO SER LANÇADO????

    repondre message

    • Mulheres Negras do Brasil 3 de junho de 2008 21:11, por Joaquina

      "Qual o motivo do livro ser lançado?"?. Sinceramente, acho que não entendi a pergunta. O motivo do lançamento deste - ou de qualquer outro livro - é a promoção de conhecimento na sociedade. Espero não ter sido muito ingênua na minha resposta

      repondre message

  • Mulheres Negras do Brasil 3 de setembro de 2007 14:20, por Anita

    Olá,
    sou cotista da UnB, pesquiso e trabalho com as questões do racismo institucional e da discriminação indireta respectivamente. Gostaria de saber como faço para adquirir um exemplar do livro já que recebi a informações que pessoas atuantes poderiam conseguir um livro.
    Desde já grata,
    Anita

    Ver online : Ciranda internacional

    repondre message

  • Mulheres Negras do Brasil 19 de junho de 2008 14:04, por Raimunda Luzia de Brito

    O livro vem preencher uma lacuna na História do Brasil que é a participação da mulher negra na formação do país.
    Quantas de nós, mulheres negras, estamos ocultas em diversos órgãos governamentais e não governamentais, desenvolvendo atividades em diversas áreas cujo resultado é assinado por outra pessoa.
    MULHERES NEGRAS DO BRASIL veio nos trazer visibilidade. E é bom que as pessoas comecem a nos visualizar.
    Parabéns à REDEH e aos seus parceiros. Parabéns à Sdhuma e ao Érico.
    O B R I G A D A.

    repondre message

  • Mulheres Negras do Brasil 2 de julho de 2009 14:15, por Ana Lúcia Mathias

    Boa tarde!!

    Sou mestranda da UFPR, pesquiso na linha de pesquisa Políticas e Gestão da Educação, estou pesquisando Relações de Gênero, Sexualidade e Relações Étnico- Raciais.
    Gostaria de saber como faço para adquirir um exemplar do livro "Mulheres Negras do Brasil".
    Sei que este livro vai enriquecer parte do meu trabaho.
    Desde já agradeço. Aguardo resposta.

    Att.
    Ana Lúcia

    repondre message

  • Mulheres Negras do Brasil 14 de agosto de 2009 15:13, por Rose

    Acabei de comprar esta Obra de Arte e vai me ajudar e muito no mestrado que pretendo fazer em Educação

    Ver online : http://www.psicanaliseebarroco.pro.br

    repondre message

  • Mulheres Negras do Brasil 15 de outubro de 2009 10:44, por Naionara Maia

    Olá!! Milito num Movimento Negro de minha cidade Jequié, o Movimento Negro Mocambo Odara e gostaria de saber como faço para obter este livro. Desde já, agradeço!

    repondre message

Responder a esta matéria