Página inicial > BRASIL > Dia 148 (512) - Ano 2 - Federalizando crimes

Dia 148 (512) - Ano 2 - Federalizando crimes

quarta-feira 27 de maio de 2020, por Fátima Froes,

O dia de hoje foi marcado pela decisão de não federalizar as investigação dos assassinatos da parlamentar Marielle Franco e de Anderson Gomes

Imagem: Ribs

PNG - 44.9 KB

1. O dia de hoje foi marcado pela decisão de não federalizar as investigação dos assassinatos da parlamentar Marielle Franco e de Anderson Gomes. Afasta-se o risco de uma investigação sob o controle da bolsofamília, que moveu céus, terra e ministros para assumir o comando da delegacia e garantir informações privilegiadas sobre investigações. O nível de conflitos e desgastes decorrentes dessa determinação, aparentemente colocada no patamar das prioridades máximas, não esclarece as suas razões. A verdade é que se a polícia do rio é lenta, e a investigação sofre interferências, uma eventual mudança na esfera de controle das operações poderia ver o caso definitivamente desaparecer após 2 anos e 2 meses de um assassinato sem respostas.

2. No STJ, a ministra relatora do pedido da PGR de federalização das investigações sobre as mortes de Marielle e Anderson considerou que o deslocamento para a polícia federal traria mais atraso ao processo, e destacou a gravidade do crime, que “chocou o país e a comunidade internacional”. “Parece que foi uma execução planejada por uma organização criminosa, o que configura gravíssima ofensa a direitos humanos”. Declarou ainda que o Brasil deve garantir que os executores do crime sejam levados à Justiça, sob pena de ser responsabilizado por entes internacionais (Jornal Brasil 247).

3. Chegamos a 25.598 mortes por covid-19.

  1. Confira todas as colunas:

Diário Não Oficial do Brasil