Página inicial > BRASIL > Dia 167 (530) - Ano 2 - Censura acima de tudo..

Dia 167 (530) - Ano 2 - Censura acima de tudo..

segunda-feira 15 de junho de 2020, por Fátima Froes,

Um chargista faz a associação entre a chapa eleita e o nazismo e o ministro de justiça pede investigação e está citando o artigo 26 da Lei de Segurança Nacional

Imagem: Ribs

PNG - 44.9 KB

1. Um dos escândalos da campanha de 2018 que trouxe os atuais ocupantes do planalto ao poder foi o slogan utilizado pelo capitão, que claramente tem uma inspiração nazista. Somente este fato deveria ser suficiente para impugnar a chapa, mas seguiram, com tranquilidade, e se mantém até hoje no mandato. Mas se um chargista faz a associação entre a chapa eleita e o nazismo, é investigado. O ministro de justiça pede investigação e está citando o artigo 26 da Lei de Segurança Nacional: "caluniar ou difamar o Presidente da República, o do Senado Federal, o da Câmara dos Deputados ou o do Supremo Tribunal Federal, imputando-lhes fato definido como crime ou fato ofensivo à reputação” (Diário do Centro do Mundo).

2. Deputado do PSL/RJ aliado do síndico disfuncional afirma “que a CPI [das fakenews] deve ser encerrada porque age contra o governo”, e uma deputada do mesmo partido rebate afirmando que os deputados governistas "não querem deixar investigar porque estão todos envolvidos até o pescoço nesta formação de quadrilha" (G1).

3. Passamos de 43 mil mortos e o ministério da saúde insiste na cloroquina que, afinal, foi proibida nos estados unidos. Agora, provavelmente para contemplar os fabricantes, somos transformando em cobaias de uma coisa que só dá errado. São 43.322 brasileiros que já perderam a vida, nos números oficialmente computados e subnotificados. Somos quase 900.000 contaminados (Revista Fórum).

  1. Confira todas as colunas:

Diário Não Oficial do Brasil