Página inicial > BRASIL > Dia 174 (537) - Ano 2 - Subnotificações

Dia 174 (537) - Ano 2 - Subnotificações

segunda-feira 22 de junho de 2020, por Fátima Froes,

Enquanto morremos de covid-19, sem ações do militar que ocupa o ministério da saúde, outras doenças avançam

Imagem: Gilx

PNG - 44.9 KB

1. O último ato do sinistro da deseducação do governo que ainda ocupa o planalto foi cancelado. Era só uma reafirmação do racismo (A Tarde).

2. Com um alter ego limpinho e cheiroso, a lama do marreco não para de escorrer. Recebendo 31 mil reais dos cofres públicos, e proibido, por seis meses como todo integrante do primeiro escalão do governo que teve acesso a informações privilegiadas e que deixa o cargo, de exercer atividade remunerada para a iniciativa privada, virou colunista remunerado de imprensa. Diante dos ‘indícios de descumprimento dos princípios da legalidade e da moralidade’ o MP das Contas pediu a suspensão da mesada paga ao marreco com dinheiro público, em razão da “acumulação indevida” de funções (Jornal Brasil 247). Distinguir entre o certo e o errado diante da conveniência parece que nunca foi o forte do ex-juiz.

3. Enquanto morremos de covid-19, sem ações do militar que ocupa o ministério da saúde, outras doenças avançam. Na falta de saneamento básico, chinkunguya, dengue e zika, circulam livremente, atacando a população mais expostas. O sarampo, que parecia erradicado, também retorna com um número crescente e significativo de casos (Jornal Brasil de Fato).

4. A subnotificação de casos de covid-19 fica cada vez mais evidente. 15% dos testes de farmácia realizados dão positivo (UOL). São Paulo pode ter passado de um milhão de infectados (G1). O quadro é alarmante.

#ForaBolsonaro!

  1. Confira todas as colunas:

Diário Não Oficial do Brasil