Página inicial > BRASIL > Dia 211 (574) - Ano 2 - A misógina caneta bic

Dia 211 (574) - Ano 2 - A misógina caneta bic

quarta-feira 29 de julho de 2020, por Fátima Froes,

E o banco estatal, o banco do brasil, vende numa liquidação direcionada para o banco de tchuchuca, o BTG Pactual, uma carteira de crédito foi vendida por 10 por cento do valor.

Imagem: Jota Camelo

PNG - 44.9 KB

1. A caneta bic, estúpida, odeia mulheres. Talvez por serem agentes da vida e o (des) governo não consegue passar de agente da morte. Assim, o fato de mulheres, que acumulam em suas vidas além do trabalho remunerado, o trabalho gratuito da reprodução social, serem vetadas pela ação do síndico disfuncional com a sua indolente caneta, diz muito do projeto de expropriação da vida. Mulheres não podem ser prioritárias no recebimento dos valores conquistados no congresso nacional, a título de auxílio emergencial.

2. E o banco estatal, o banco do brasil, vende numa liquidação direcionada para o banco de tchuchuca, o BTG Pactual, uma carteira de crédito foi vendida por 10 por cento do valor. 2,9 bilhões para o banco que tem um Guedes no G da sua sopa de letrinhas, é passado pelo módico preço de 371 milhões. O prejuízo público bilionário poderia bancar nada menos que qua

  1. Confira todas as colunas:

Diário Não Oficial do Brasil