Página inicial > BRASIL > Dia 214 (577) - Ano 2 - Fluxo da morte

Dia 214 (577) - Ano 2 - Fluxo da morte

sábado 1º de agosto de 2020, por Fátima Froes,

Prefeito de São Paulo para "diminuir o fluxo" de pessoas no centro da cidade pretende despejar dezenas de família de trabalhadores que vivem em imóveis da área

Imagem: Vide Verso

PNG - 44.9 KB

92.475 - 1.212 pessoas mortas em 24 horas. No mínimo. Já que sabemos que a subnotificação não é uma possibilidade, mas uma política de governo.

1. Na Rússia a vacinação em massa começa em outubro. Teremos vacinas? Ou vamos ficar reféns do indolente capitão, que pretende ser o primeirão do mundo em mortes.

2. O país sobrevive por ser uma federação, onde os estados e municípios conseguem ter ações de forma autônoma, apesar do planalto. Mas alguns corroboram e jogam para aumentar a crise: abrem shoppings, pretendem abrir escolas, responsabilizando os pais pela vida dos seus filhos e para completar, despejam famílias.

3. O jornal GGN mostra a inacreditável ação do prefeito da cidade de São Paulo que para "diminuir o fluxo" de pessoas no centro da cidade , na famosa Cracolândia, a ideia é despejar dezenas de família de trabalhadores que vivem em imóveis da área. São 190 famílias de acordo com a prefeitura, número contestado pelo núcleo de Movimentos Sociais e População de Rua da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil que garante que são 390 famílias. Jogar na rua 390 famílias para diminuir o número de pessoas é um conto de terror. Inimaginável. Pior que qualquer ficção. Mas é real.

  1. Confira todas as colunas:

Diário Não Oficial do Brasil