Página inicial > BRASIL > Dia 199 (562) - Ano 2 - Nem um cão entre os amigos encontro ou A Revolução (...)

Dia 199 (562) - Ano 2 - Nem um cão entre os amigos encontro ou A Revolução dos Bichos

sexta-feira 17 de julho de 2020, por Fátima Froes,

O número 17 não fez bem ao país, deveríamos bani-lo como número

Imagem: Bira Dantas

PNG - 44.9 KB

1. O número 17 não fez bem ao país, deveríamos bani-lo como número. Deveria ir para os porões e transformar-se em símbolo de crueldade , genocídio, atraso. No jogo do bicho corresponde ao macaco. Não faz jus. Macacos são animais ágeis, inteligentes. Os números das últimas ocorrências que podemos chamar de Revolução dos Bichos passam pelo 1, que é o avestruz, que é o primo da ema, que se revolta em bicadas, o número 5, do cachorro que ataca os deseconomistas em mordidas, e tem o 9, que é a cobra, uma naja em luta pela libertação.

2. Com esse número, o dezessete, retornamos ao período colonial, com toda a sua ignorância e brutalidade. O joguinho de algarismos e algoritmos, das fake news já passa pela pandemia como recorde de estupidez universal.

3. Até no jogo de azar, o 17 , eternizado no tango cantado por Nelson Gonçalves, é destruidor.

"Deu preto, dezessete, nem um cão entre os amigos encontrou". Ou ema, ou naja, ou...
Vermelho 27, Herivelto Martins e David Nasser

  1. Confira todas as colunas:

Diário Não Oficial do Brasil