Página inicial > BRASIL > Em “Crime e Castigo”, Dostoievski profetizou a peste do século (...)

Em “Crime e Castigo”, Dostoievski profetizou a peste do século XXI.

sábado 8 de maio de 2021, por Carlos Russo Jr.,

Raskólnikov sonhou durante sua doença que o mundo todo estava condenado a ser vítima, num futuro, de uma terrível inaudita e nunca vista praga, “que originária das profundidades da Ásia”, cairia sobre a Europa, e se espalharia por todos os cantos!

Em 1866, Dostoievski escreveu o primeiro romance psicológico dos tempos modernos, “Crime e Castigo”, e nele profetizou uma doença futura, altamente contagiosa, provocada por um parasita invisível e que poderia levar a civilização humana à destruição!
E no epílogo de “Crime e Castigo”, a PROFESSIA DE DOSTOIEVSKI!
Raskólnikov sonhou durante sua doença que o mundo todo estava condenado a ser vítima, num futuro, de uma terrível inaudita e nunca vista praga, “que originária das profundidades da Ásia”, cairia sobre a Europa, e se espalharia por todos os cantos!
“Surgira um novo parasita, ser microscópico que se introduzia no corpo das pessoas”. Eram seres invisíveis totalmente desconhecidos, inicialmente! E quase toda a humanidade poderia vir a perecer.
Uma característica destes parasitas: “eram ‘miasmas’, dotados de inteligência e de vontade”. As pessoas que se contaminavam se tornavam imediatamente loucos!
Houve incêndios, fome disseminada. Tudo e todos se perderam.
E a peste crescia e cada vez avançava mais somente poucos homens conseguiram se salvar do contágio em todo mundo!
O vírus da Covid, que abraça e destrói nosso país, em parte graças às loucuras de homens que se comprazem com a morte e com a destruição cultural do povo brasileiro!
No Brasil do século XXI, a profecia de Dostoievski se trasveste de realidade!

Carlos Russo Jr.

Convidamos à leitura de nosso ensaio em:https://www.proust.com.br/post/em-crime-e-castigo-dostoievski-profetizou-a-peste-do-s%C3%A9culo-xxi


Ver online : Espaço Literário Marcel Proust