Página inicial > documentos > Ciranda.net > Fórum de Abril > Brasil, sem negros e sem racismo?

Brasil, sem negros e sem racismo?

sexta-feira 21 de abril de 2006, por Elizy Felix, Agência In’formar,

Brasil, sem negros e sem racismo?

“Imagine uma pessoa importante, linda, culta e elegante. Você não pensou em alguém negro, pensou?” Isto é o que o slogan da campanha Diálogo Contra o Racismo, promovida pelo Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas, que reúne mais de 40 instituições no Brasil, visa levar todos a refletir. O objetivo desta oficina é estimular as pessoas que condenam o Racismo à não apenas tomar uma posição própria a respeito, mas se unificar ao projeto na luta contra o preconceito. De acordo com dados fornecidos na discussão, 87% dos brasileiros reconhecem que existe racismo no país. Mas apenas 4% reconhecem que são racistas. O fato é: Como é possível existir racismo sem racistas? “O problema é que a maioria dos negros tem medo ou receio de assumir sua cor, sua raça e tenta amenizar se designando “moreninho, moreno claro...”-diz uma das participantes da palestra, e ela continua: eu não! Tenho orgulho da minha cor! O único Moreno que conheço é um bairro ali da cidade de Jaboatão!” (Jaboatão faz parte da Região Metropolitana do Recife). Foram poucas as pessoas que não expressaram suas opiniões e dúvidas. Portanto, onde começa seu racismo? -indaga a campanha. E aconselha: Não guarde. Jogue fora!”.


Ver online : In’formar