Página inicial > documentos > Ciranda.net > Fórum Social Mundial 2009 - Belém do Pará (Brasil), 27 Jan a 1º (...) > Protesto contra a Rede Globo

Protesto contra a Rede Globo

sábado 31 de janeiro de 2009, por Agência Jovem de Notícias/ Revista Viração, Kelvinn Barbosa, Pedro Filgueira,

Kelvinn Barbosa e Pedro Filgueira, da Agência Jovem de Notícias
30/01/2009

”O povo não é bobo, abaixo a Rede Globo.” Foi com essa singela frase que começou a manifestação contra a Rede Globo na marcha de abertura do Fórum Social Mundial 2009, no dia 27 de janeiro, em Belém.

A palavra de ordem resume a revolta e a insatisfação dos mais variados movimentos sociaisi, reunindo mulheres, estudantes e sindicalistas contra o monopólio da Rede Globo no País. As mais diversas classes protestaram contra a emissora em frente à sua filial no Estado do Para, a TV Libera, que pertence às Organizações Rômulo Maiorana, localizada na Avenida Nazaré.

Durante o protesto, os manifestantes jogaram ovos na vidraçaria da filial, demonstrando seu repúdio contra a política da organização. Os participantes ficaram mais revoltados quando viram a tropa de choque instalada em frente à filial com cães rottweilers.

A emissora tinha segurança garantida, proporcionalmente bem maior que a segurança dada aos participantes do FSM, o que condiz com o poder e a influência que a mesma possui na região. A Rede Globo possui em todo o Brasil 40 geradoras, onde 40% são comandados por políticos ou parentes de políticos brasileiros, o Estado do Para tem 66% das geradoras nas mãos de políticos.


Ver online : Revisa Viração - Fórum Social Mundial