Página inicial > documentos > Ciranda.net > Fórum Social Mundial 2009 - Belém do Pará (Brasil), 27 Jan a 1º (...) > Rumo à Conferência da Comunicação

Rumo à Conferência da Comunicação

sábado 31 de janeiro de 2009, por Agência Jovem de Notícias/ Revista Viração, Priscila Castro,

Priscila Castro, da Agência jovem de notícias
31/01/2009

Entre as centenas de atividades diárias do Fórum Social Mundial, uma chamou a atenção de todos os que trabalham na linha de frente pela democratização dos meios de comunicação. A Plenária Ampliada da Comissão ProConferência Nacional de Comunicação, que aconteceu no dia 30 de janeiro, foi promovida por diversas organizações.

Desde o inicio de 2007, a Comissão ProConferência Nacional de Comunicação trabalha com objetivos de mobilizar a sociedade e sensibilizar o governo federal para a urgência da realização de um grande debate nacional sobre concessões públicas, rádio comunitária, criminalização dos movimentos sociais na mídia, entre outros temas.
Num país como o Brasil, com a mídia e as telecomunicações concentradas nas mãos de poucos, com as legislação defasada e a crescente convergência das tecnologias, a sociedade reivindica participar dessas discussões visualizando um novo ideal de comunicação, a quebra de barreiras ideológicas e geográficas que excluem e condenam parcelas da sociedade à marginalidade e ao esquecimento.

Entre os principais assuntos na pauta da reunião, destaque para a discussão do calendário de mobilização em torno da Conferência Nacional de Comunicação, finalmente anunciada pelo presidente Lula, depois de muita pressão da sociedade civil organizada.
Participaram da mesa de discussão: José Soter, da Associação Brasileira de Rádios Comunitárias (Abraço), Carol Ribeiro, do Coletivo Intervozes, e a deputada federal Luiza Erundina.

Veja as considerações de alguns dos participantes:

“Temos que definir os eixos da conferência para nos organizarmos para o mutirão nacional de comunicação e popularização da campanha”, declarou José, da Arpurb.

“É preciso organizar as pautas, regras e etapas preparatórias e normas para a Conferência”, disse Jorge, do Coletivo Intervozes.

“Devemos lutar pela democratização da comunicação, temos que nos unir, construir propostas”, afirmou Rosana, da Central Única dos Trabalhadores.


Ver online : Revista Viração - Fórum Social Mundial