Página inicial > BRASIL > Organizações ibero-americanas se reúnem em favor da infância

Organizações ibero-americanas se reúnem em favor da infância

quinta-feira 24 de junho de 2010, por Adital,

Representantes de diversas organizações que trabalham a favor da infância e da adolescência, assim como meninos, meninas e adolescentes de diversos países começaram desde ontem uma série de reuniões em busca de um maior respeito aos direitos humanos de meninos/as e adolescentes, assim como maiores critérios de inclusão social e enfoque de direitos nas Políticas Públicas referentes à educação, como as destinadas especificamente à Infância e à Adolescência.

Tudo isso devido ao início do VII Fórum Ibero-Americano de ONGs de Infância e Adolescência, no marco da XII Cúpula de Ministras, Ministros e Altos Responsáveis da Infância e Adolescência da Ibero-América na cidade de Buenos Aires, Argentina.

O Fórum deste ano, denominado "Educação para a Inclusão Social", busca abordar a temática educativa através de três eixos centrais: Educação e Violência, Educação e Multiculturalidade, Educação e inserção de grupos vulneráveis; atravessando cada um destes eixos pela perspectiva de gênero, direitos e participação, e cidadania de meninos, meninas e adolescentes.
Incidir e contribuir ao debate dos representantes de Governos é sumamente importante; este tipo de reuniões busca compartilhar o conhecimento, a experiência e o compromisso das redes nacionais e regionais nas temáticas tratadas, abrindo espaços de debate e articulação entre a sociedade civil e os Estados.

O Comitê Organizador do Fórum entregará uma Declaração Final de caráter político, buscando que dito documento seja lido na Reunião Interministerial dos Ministros, Ministras e Altos Responsáveis da Infância e da Adolescência de Ibero-América no dia 23 de junho.

Durante os dias do evento, se desenvolverá documentos de caráter técnico-político sobre os temas debatidos, os quais ficarão a disposição dos assistentes e servirão como guias à sociedade civil e a meninos, meninas e adolescentes em suas ações de protagonismo infantil em seus distintos países para incidir em maiores políticas públicas e investimento na educação na América Latina e no Caribe.

A noticia é de Visión Mundial México


Ver online : Adital