Página inicial > Ciranda Mundi > Faurecia demite líder sindical

Russia

Faurecia demite líder sindical

quinta-feira 1º de julho de 2010, por Sérgio Bertoni,

A direção da Faurecia Automotive, na cidade de Luga, região metropolitana de São Petersburgo, em 28 de junho de 2010 demitiu o líder sindical Aleksei Liaushko após ser comunicada que os Trabalhadores na empresa haviam criado uma Organização no Local de Trabalho ligada ao MPRA - O Sindicato Interregional dos Trabalhadores na Indústria Auto da Rússia, liderado por Aleksei Etmanov (Ford) e Petr Zolatariev (Lada).

No dia 15 de junho de 2010 os Trabalhadores na Faurecia criaram sua organização sindical independente. No dia 28, à 11:00 h o presidente nacional do MPRA, Aleksei Etmanov, de acordo com a legislação russa, comunicou oficialmente a direção da empresa sobre a fundação da organização de base do sindicato e que Aleksei Liaushko havia sido eleito presidente da OLT na Faurecia. No mesmo dia, às 23:00 h, a Faurecia dimitiu Liaushko, quando este chegou a empresa para trabalhar no turno noturno. A empresa alega que Liaushko não respeitou as técnicas de segurança no trabalho ao se recusar a usar um sapato de proteção maior que aquele que normalmente usa.

A OLT e direção nacional do MPRA reagiram imediatamente a ação ilegal da Faurecia, enviando carta à direção da empresa reivindicando a anulação da demissão e apontando as infrações cometidas pela empresa. Na carta os sindicalistas não descartam a possibilidade de recorrer à greve e à solidariedade internacional para reestabelecer o companheiro Liaushko em seu posto de trabalho de acordo com a legislação em vigor naquele país.

A Faurecia Automotive em Luga produz peças de plástico para as plantas da Ford, Renault e Volkswagen instaladas respectivamente em São Petersburgo, Moscou e Kaluga

A Faurecia emprega 100 trabalhadores, dos quais 55 já estão filiados ao MPRA e outros 25 haviam solicitado sua filiação nos últimos dias.

Fonte: TIE (Brasil) e IKD (Rússia)