Página inicial > BRASIL > Ciranda Afro > Sem perder a raiz

Sem perder a raiz

quarta-feira 13 de setembro de 2006, por ,

Corpo e cabelo podem ser considerados expressões e suportes simbólicos
da identidade negra no Brasil. A partir desse entendimento, a
antropóloga Nilma Lino Gomes apresenta ao leitor uma obra fruto de uma
intensa pesquisa etnográfica em quatro salões étnicos.

Muito além do
caráter estético que o cabelo e o corpo podem sugerir, o livro trata do
caráter social, simbólico, político e identitário que esses conceitos
abrigam.

Partindo da idéia de que a identidade negra é construída não
só a partir do olhar que o negro tem de si, mas também na relação que
ele tem com o olhar do outro sobre ele, não só o que é refletido no
espelho importa.

Há um espelho do lado de fora que joga com as imagens e
com os padrões estéticos. Esse espelho é a sociedade.

É com essa atmosfera conflitiva, vivida numa sociedade marcada na sua
estrutura por um racismo ambíguo e pelo mito da democracia racial, que
os salões étnicos e seus profissionais convivem no dia-a-dia,
tornando-se campo fértil para a reflexão sobre a relação entre cabelo
crespo, corpo e identidade negra.

A dualidade aceitação/rejeição e, em
casos extremos, a negação, estão presentes nos ambientes dos salões
étnicos. Mas há também a ressignificação do corpo negro. Nesse processo,
a estética negra pode assumir um lugar de afirmação e de politização.

Nos salões, quando os clientes dizem que corte ou penteado desejam,
expressam mais do que gostos estéticos, sinalizam também o modo como
foram construindo suas identidades, em meio a um processo denso e
complexo no qual estão presentes experiências de racismo e preconceito
e, também, de ancestralidade, inserção política e afirmação identitária.

Os depoimentos atestam a veracidade das dores e sabores de ser negro em
um País onde o ideal de beleza ainda se pauta pela cor branca e pelos
cabelos lisos. Mas também atestam histórias ancestrais, a força da
família, a importância dos espaços de valorização da cultura e da beleza
negra. Nos salões étnicos, pode-se perceber a recriação de penteados
africanos estilizados pelo mundo da moda contemporânea. O livro traz à
luz, vários pensadores e suas reflexões sobre corpo, identidade e
questão racial. Além sinalizar as mudanças e conflitos de um novo tempo:
a indústria de produtos étnicos, voltados para os negros.
De acordo com Kabengele Munanga, o livro nos fará descobrir coisas que
até agora não pudemos enxergar apesar dos resultados das pesquisas
tradicionais e do discurso do militante sobre o assunto.

Mais informações sobre o COPENE: http://www.4cbpn.com

Mais informações sobre o livro:

Andréia Vitório, assessora de Imprensa e Comunicação das Editoras Autêntica e Gutenberg. email:
imprensa@autenticaeditora.com.br Tels:
31 3222-6819, 31 9282-5665

Outros lançamentos no VI Copene:

Maracatus-Nação: Ressignificando Velhas Histórias, Recife, Editora Bagaço. Ivaldo Marciano de França Lima

A República e a Questão do Negro no Brasil, Editora do Museu da República.
José Jorge Siqueira

Vozes Quilombolas - Uma Poética Brasileira, Editora EDUFBA -Ilê Ayê Jônatas Conceição

Teatralidade e Performance Ritual dos Folguedos da Ilha de Itaparica, Editora Carlos Alberto Maguari Célia Conceição Sacramento Gomes

“Índio Preto”: O Mensageiro do Amor. Ricardo dos Santos Monteiro

Racismo no Brasil: percepções da discriminação e do preconceito
racial no Século XXI
, Editora Fundação Perseu Abramo em co-edição com a Fundação Alemã Rosa
Luxemburg Stiftung, Maria Palmira da Silva , Gevanilda Santos, (co-autoras e organizadoras), Juliana Francine da Silva(co-autora)

Memória e História de Negros e Negras na cidade de Santo André, SP, Edições Soweto, 2005. Gevanilda Santos, Ana Maria Boa Ventura Fabian e Itamarati Lima

A Experiência Empresarial Brasileira na África, Editora Ponto e Vírgula, Ivo de Santana

Entre Orfeu e Xangô, José Jorge Siqueira

O Negro no Brasil de Hoje, Editora Global, Kabengele Munanga e Nilma Lino Gomes

Nagô - A Nação de Ancestrais Itinerantes, Editora FIB Vilson Caetano Jr.

Educação Como Prática da Diferença, Ed.Autores Associados, Valter Roberto Silvério e Lúcia Maria de Assunção Barbosa

Revista Horizontes Antropológicos, Editora UFRGS
Vários Autores

Sem Perder a Raiz, Editora Autêntica, Nilma Lino Gomes

Bantos, Malês e Identidade Negra (reedição), Editora Autêntica
Nei Lopes

A Cor Ausente, Mazza Edições,Wilma Baía Coelho

Negritude, Cinema e Educação, Mazza Edições, Edileuza Penha de Souza (organizadora)

A Última Viagem, Pallas Editora,
Abdulai Sila

Quando a África, Pallas Editora, Joseph K-Zerbo

Revista Textos e Contextos, Editora FIB, Vários Autores

Cada tridente em seu Lugar, Editora Instituto Kuanza,
Cidinha Silva

O Serviço Social e a Questão do Negro na Sociedade Brasileira, Editora Marques Saraiva, José Barbosa da Silva Filho

Entrama: A História do Beija-Flor Coroado,Editora LGE,
Paula Cristina Vilas (organizadora)

O Griot e as suas Muralhas, Pallas Editora,
Abdias Nascimento

Vertentes Culturais da Literatura na Bahia, Editora Quarteto, Gildeci de Oliveira Leite (organizador)