Página inicial > BRASIL > Caros Amigos

Caros Amigos

terça-feira 12 de julho de 2011, por Hamilton Octavio de Souza,

A corrida dos estrangeiros ao etanol do Brasil e a farra das teles com os bens reversíveis na União estão em destaque na edição de Julho de 2011

A nova edição da Caros Amigos está recheada de boas reportagens, entrevistas e artigos. Mais uma vez tratamos de assuntos relevantes para a sociedade brasileira e nos esforçamos em fazer um jornalismo crítico, combativo e comprometido com a construção de um Brasil justo e igualitário.

Na capa, chamamos a atenção para a grande corrida do capital estrangeiro em cima do etanol brasileiro: nos últimos três anos, grupos empresariais ingleses, estadunidenses, franceses, espanhóis, sul-coreanos e chineses compraram inúmeras usinas e grande quantidade de terra com a lavoura da cana.

Esse processo de desnacionalização do setor representa séria ameaça à soberania energética, à industrialização e comercialização do biocombustível, além de interferir diretamente nas relações sociais e trabalhistas e na preservação ambiental do território nacional. Veja como anda a voracidade desses grupos em se apropriar de um bem tão valioso para a sociedade de consumo.

Outra reportagem de destaque denuncia o descaso das várias instâncias de governo sobre a destinação dos bens reversíveis da União, que, no processo de privatização do sistema de telecomunicações, foram repassados para as empresas privadas e que deveriam retornar ao patrimônio público. Praticamente “esquecidos” pelas autoridades, esses bens podem constituir um prejuízo de R$ 30 bilhões para o povo brasileiro. Veja o que as empresas privadas de telefonia estão fazendo com os bens reversíveis da União.

Caros Amigos ouviu lideranças políticas e estudiosos da reforma política para fornecer aos leitores um material de reflexão e debate sobre a tão propalada reforma política que tramita no Congresso Nacional. Questionamos desde o interesse real de deputados e senadores em promover mudanças efetivas no sistema de representação, até os pontos de uma possível reforma que signifique algum avanço democrático no processo eleitoral. Veja o que está em debate.

Além disso, a revista contempla boas reportagens sobre a militarização da Prefeitura de São Paulo, a luta dos povos indígenas para criar a sua própria Universidade, o começo da Terceira Intifada Palestina contra o terrorismo do Estado de Israel, o processo da família Merlino contra o antigo comandante do Doi-Codi, a mobilização dos movimentos sociais em torno do Tribunal Popular da Terra, o perfil do crítico literário e militante Antonio Candido, e duas excelentes entrevistas: uma com o químico Esteban Volkov, neto do líder soviético León Trotsky, e outra com o professor José Luiz Fiorin, da USP, que analisa o preconceito da norma culta contra a linguagem popular.

E claro, como sempre, estão também nesta edição os artigos de José Arbex Jr., Gilberto Felisberto Vasconcellos, Frei Betto, João Pedro Stedile, Emir Sader, Gershon Knispel, Marcos Bagno, Joel Rufino dos Santos e demais colaboradores da revista.

Caros Amigos – A primeira à esquerda. Uma publicação muito além das revistas de mercado.

Abraços.

Hamilton Octavio de Souza
Editor


Ver online : Caros Amigos