Página inicial > FSM WSF > FSM 2011 > Mídia livre contra a mercantilização da natureza

Mídia livre contra a mercantilização da natureza

terça-feira 31 de janeiro de 2012, por Soraya Misleh,

Foto: Michele Torinelli

Paralelamente à Rio +20, a se realizar em junho próximo, será realizado o Fórum Mundial de Mídia Livre e a Cúpula dos Povos, esta última já com data definida – de 15 a 23 daquele mês. Tica Moreno, do Grupo de Articulação da iniciativa e da Marcha Mundial de Mulheres, trouxe informes sobre tal processo ao público do III FML em Porto Alegre, no dia 28. Ela destacou que o que está em discussão é a defesa dos bens comuns face ao avanço da mercantilização da natureza. “A ideia é que a comunicação contribua para os processos de luta e resistência dos povos.”

Nesse sentido, o tema deve ser pautado como parte das batalhas diversas da sociedade civil – visão que foi apresentada na assembleia dos movimentos sociais, aos quais foi pleiteado que se engajem na luta pela democratização da comunicação. Entre as questões a serem discutidas, o papel das redes sociais, o monopólio midiático, a produção, difusão e distribuição de conteúdos, as ameaças à liberdade na internet, o acesso à informação e o direito humano à comunicação.