Página inicial > BRASIL > Diário Não Oficial do Brasil - Dia 30/365

Diário Não Oficial do Brasil - Dia 30/365

quarta-feira 30 de janeiro de 2019, por Fátima Froes,

13º dia de blindagem do bolsofilho

Crime ambiental de Brumadinho. 2 engenheiros e 3 empregados da Vale presos. 84 pessoas mortas. 276 desaparecidos. Quinto Dia.

"Por hora não vou permitir a saída do ex-presidente Lula para acompanhar o velório e sepultamento de seu irmão, haja vista a existência da possibilidade de fuga. Por mim, ele não sai, mas a opinião da 2ª instância pode ser diferente". Juiza Gabriela Hardt.

Lei de Execuções Penais

Seção III

SUBSEÇÃO I

Da Permissão de Saída

Art. 120 - Os condenados que cumprem pena em regime fechado ou semiaberto e os presos provisórios poderão obter permissão para sair do estabelecimento, mediante escolta, quando ocorrer um dos seguintes fatos.
I- falecimento ou doença grave do cônjuge, companheira, ascendente, descendente ou irmão;
II- necessidade de tratamento médico (parágrafo único do artigo 14)
Parágrafo único. A permissão de saída será concedida pelo diretor do estabelecimento onde se encontra o preso.

Art. 121 - A permanência do preso fora do estabelecimento terá a duração necessária à finalidade da saída.

Poder Judiciário: Poder Judiciário é um dos três poderes do Estado a qual é atribuída a função judiciária, ou seja, a administração da Justiça na sociedade, através do cumprimento de normas e leis judiciais e constitucionais.

Mesquinharia - Natureza do que é medíocre; fútil. Fonte: google.

Burguesia é uma classe social do regime capitalista, onde seus membros são os proprietários do capital, ou seja comerciantes, industriais, proprietários de terras, de imóveis, os possuidores de riquezas e dos meios de produção. Burguesia é a qualidade do burguês. É o oposto do proletariado, a classe operária, cujo único bem é a força de trabalho. Fonte: significados.com.br.

Decência: conformidade com os padrões morais e éticos da sociedade; dignidade, correção, decoro. Fonte: google.

Escritório do Crime é nome de uma milícia de pistoleiros e matadores de elite que atua na zona oeste do Rio nascida da exploração imobiliária ilegal em atividades como grilagem, construção, venda e locação ilegal de imóveis, cuja principal atividade é assassinato sob encomenda. O grupo é composto por policiais militares, ex-policiais e suspeita-se que seja comandado pelo o ex-capitão do BOPE Adriano Nóbrega (preso duas vezes, sob suspeição de ligações com a máfia de caça-niqueis e jogo do bicho, e réu em processos de grilagem) e pelo major da PM Ronald Pereira, ambos alvos da operação "Os Intocáveis". Fonte: Wikipédia.

Confira as todas as colunas:
Diário Não Oficial do Brasil