Página inicial > BRASIL > Diário Não Oficial do Brasil - Dia 38/365

Diário Não Oficial do Brasil - Dia 38/365

quinta-feira 7 de fevereiro de 2019, por Fátima Froes,

Hoje não tem comentário sobre Flávio Bolsonaro. Afinal, ele É o comentário!

Crime da vale: 150 mortos, 184 desaparecidos. Flávio Schvartsmann continua onde a burguesia acha que é o lugar dele. Preparando o lucro dos acionistas da Vale, com sangue, com soterramento, com tudo.

1. O que acontece com o nosso narco-deputado por Minas? Os processos são arquivados por falta de provas (ah!ah!ah!), porque o conceito de prova é tão flexível quanto a lisura dos juízes. Aquele aeroporto construído com dinheiro público no terreno do parente, exatamente na rota do tráfico? Ora, imóveis!!!

2. E aqueles 500kg de cocaína dentro daquele helicóptero? Nossa, ninguém sabe que poderia ser de um narco-senador e de sua família.

3. E Queiroz, hein? Sumido, o rapaz!

4. E Temer sem foro privilegiado, o acordo com a Itália não deu certo, mas crime? Coisas do passado, não vamos revirar o baú.

5. E o Onyx, o Casa Civil lá deles, do governo miliciano? O cinismo em relação a Onyx é extremo. Pediu desculpas.

6. E a Ministra da goiabeira? Sequestro de crianças? Ora, pois, pois! Lugar de criança é na casa dela, não em aldeias indígenas junto dos parentes, onde foi encontrada. Tem que agradecer, foi "salva".

7. E Dr. Bumbum, matou uma mulher apenas e praticou de forma criminosa a medicina. Mas crime? Contra mulheres? Ora, pois.

8. E João de Deus? Vai passear na Europa em breve?

9. a lista é infinita...

10. O judiciário brasileiro condena Lula a 12 anos e 11 meses, em mais num ato de exceção dos juízes de aluguel da burguesia . Não serão 13, serão 13 menos um mês. Ler o processo para que, se é uma peça de ficção? Quem escreveu a sentença não se deu ao trabalho nem de ler o processo, nem a constituição. Por isso o pessoal não é habilitado, não precisa passar no exame da OAB.

Mas vamos lembrar do nosso visionário cineasta Glauber Rocha e seu Antônio das Mortes, o Jagunço, que veste toga. As instituições não valem nada, ou valem muito pouco, valem o projeto de poder de determinados grupos. Só a mobilização ampla dos movimentos sociais e partidos de esquerda pode nos tirar desse caminho.

Confira as todas as colunas:
Diário Não Oficial do Brasil