Página inicial > BRASIL > Diário Não Oficial do Brasil - Dia 47/365

Diário Não Oficial do Brasil - Dia 47/365

sábado 16 de fevereiro de 2019, por Fátima Froes,

Será que a demissão de Bebianno vai acontecer na próxima segunda-feira?

Ou será que isso é uma negociação? Se analisarmos direitinho temos alguns fatores que nos informam que tudo terminará em nada:

1- Caixa 2 de Bolsonaro: escandaloso, brutal, esquemaço de whatsapp revelado em plena campanha e nada aconteceu. O TSE aprova as contas e ignora as falcatruas, e temos eleito o pior presidente que nossos pesadelos poderiam imaginar. Nada para ele.

2- Caixa 2 de Onyx, com recebimento de doações ilícitas em campanha eleitoral: o ministro da justiça diz, cinicamente, que ele pediu desculpas e pronto. E nada.

3- Nepotismo de Mourão: Nada, não se fala mais do assunto.

4- Damares Alves, a Ministra da Família (Em nome de Jah!) é acusada de sequestro de uma criança indígena, é pega em falsidade ideológica com relação à sua formação, mas nada acontece.

5- E Queiroz? O Laranja-mor, Nada. Não atende ao Ministério Público e pronto. Faz dancinhas no Hospital Albert Einstein.

6- Flávio Bolsonaro, quem vai incomodar o bolsofilho senador? Não será a PF ou o ministro da justiça, ou o ministério público. O cara toma posse e nada.

7- Temer, o vice-presidente golpista? Imagina! Livre, leve e solto. Nadinha.

8- Paulo Guedes, e os fundos de pensão e fundos de investimentos. A quem importa? A ninguém, e nada!

9- Tereza Cristina Dias, Ministra da Agricultura, acusada de dar incentivos à JBS quando Secretária Estadual de Desenvolvimento Agrário, do Mato Grosso. Nada!

10- Sérgio Moro, que responde a diversos processos disciplinares no Conselho Nacional de Justiça. Histórias horripilantes do Banestado e a total etérea ética de ser dublê de juiz com decisões que favoreceram o candidato do PSL e, a seguir, Ministro da Justiça convidado por Bolsonaro, logo após a contagem dos votos. Nada!

11- Luiz Henrique Mandetta, Ministro da Saúde do governo Bolsonaro, investigado por fraude em licitação, tráfico de influência e caixa 2. Nada!

12- E Marcos Pontes, Ministro da Ciência e Tecnologia, acusado de ser sócio oculto de uma empresa quando era militar da ativa. Nada!

13- Etc.
Voltando a Bebianno a crise não é dos crimes, porque afinal eles têm sua própria justiça para livrá-los, mas a crise é com os bolsofilhos, que constituem e se esparramam no império das laranjas.
A mediocridade é um fato consumado
Na sociedade onde o ar é depravado
Marido rico, burguesão despreocupado
Que foi casado com mulher burra, mas bela
E o filho dela é político ou tarado
Caixinha, Obrigado!
Juca Chaves

Confira as todas as colunas:
Diário Não Oficial do Brasil