Página inicial > BRASIL > Diário Não Oficial do Brasil - Dia 49/365

Diário Não Oficial do Brasil - Dia 49/365

segunda-feira 18 de fevereiro de 2019, por Fátima Froes,

31º dia de blindagem do bolsofilho. O crime da Vale segue sem punição

O desrespeitoso Fábio Schvartsman, que continua livre, é o único a não se levantar, numa cerimônia na Câmara dos Deputados, durante o minuto de silêncio em homenagem aos mortos pela Vale na cidade de Brumadinho. Mais uma cidade evacuada.

1. E Bebianno, até agora, ficou. Bebianno chamou o presidente de louco e fraco e ficou. Bebianno foi chamado de mentiroso pelo filho do presidente, e pelo presidente, e é acusado de plantar candidatos laranjas nas eleições, e ficou. Quais as bases dessa negociação?

2. Que projeto de partido é esse? Denominado Partido Social Liberal, PSL já entra para a história como o Partido Suco de Laranja. Tem uma bancada grande na câmara federal, 55 deputados. E três governadores: Roraima, Rondônia e Santa Catarina. Seguimos na crise, retratada pela imprensa, especialmente O Globo, que faz a sua cronologia.

3. Em 10 de fevereiro a Folha de São Paulo publica uma denúncia de candidatura laranja de uma mulher, que recebeu 400 mil do fundo partidário. Mourão, tirando o corpo, diz que é problema do partido e não do governo.

4. Bebianno nega qualquer crise em relação à denúncia, e se coloca próximo ao presidente. Carlos Bolsofilho aprofunda a crise chamando Bebianno de mentiroso. O bolsopai, replica a informação do filho.

5. Bebianno regionaliza a crise, jogando o laranjal no colo do PSL de Pernambuco. O coro PSLiano afirma que a situação do ministro é insustentável, devolvendo o laranjal.

6. Bebianno diz ter que pedir desculpas ao Brasil por ter ajudado a eleger (com as laranjas?) um presidente tão fraco. Também informa que falará, e que não se intimida. A revista Veja publica que Bebianno tem documentos que podem comprometer Bolsonaro.

7. Estamos em 18 de fevereiro e O Diário Oficial da União não publicou a exoneração de Bebianno, Existe um Floriano Peixoto, dizem, no aguardo para ocupar a vaga. (Ai, MEO DEOS, que repeteco). Mourão afirma para a imprensa que "de hoje não passa". A agenda de Bebianno não informa compromissos, está em estado de suspensão.

8. Bebianno diz que após ter o seu número de telefone divulgado, passou a receber ameaças em grupos de redes sociais, no WhatsApp. Diz também que não tem medo de briga, que não se intimida, e que devolverá em triplo as ameaças e ofensas.

9. O que sabem os militares?O que paralisa o presidente? O que Bebianno sabe?

Confira as todas as colunas:
Diário Não Oficial do Brasil