Página inicial > BRASIL > Diário Não Oficial do Brasil - Dia 66/365

Diário Não Oficial do Brasil - Dia 66/365

quarta-feira 6 de março de 2019, por Fátima Froes,

48º dia da blindagem do bolsofilho. Finalmente existe um recomendação de afastar Fábio Schvartsmann da direção da Vale. Antes tarde do que mais tarde. Mas ele continua livre. 186 pessoas mortas e122 desaparecidas. Não há esperança, após um mês do crime ambiental, de encontrar sobreviventes.

Hoje, o dia 66, lembra o número 666, que no simbolismo lembra A Besta, e temos muitos motivos para reafirmar esse significado.

1- Postagens escatológicas, sem entendimento do que é escatologia é muito mais grave do que postar escatologia.

2- Enfim, é só mais uma escatologia de tantas que foram prometidas na campanha, que agora se concretizam, afinal, estamos falando de um projeto genocida, contra tudo que pensa, contra tudo que não representa a supremacia macho-branca estadunidense.

3- Identificar um grupo com um aspecto negativo extremo e espalhar horrores, isso é uma técnica de propaganda, mas fazer isso pessoalmente, sem pudor, com o máximo de escatologia possível, é tudo que se espera de um Presidente da República. É inacreditável. O que faz a assessoria escatológica?

4- Gastar 1,1 milhão em cartões corporativos, aumentando em 16% o gasto enquanto fala em austeridade, também é uma escatologia.

5- Comprar uma reforma da previdência com dinheiro da própria previdência, taxando-a de deficitária e atacando aposentados, órfãos, viúvas e inválidos prioritariamente, é outra escatologia.

6- Não ter um projeto de superação de crise econômica, outra ação porno/escatológica. Tudo que poderia ser investido está sendo distribuído para Trump superar a crise deles, aprofundando a nossa.

7- Colocar nosso exército como bucha de canhão para uma guerra pelos interesses das petroleiras americanas também é extremamente lucrativo para Trump. Vai vender armas e munições, não vai precisar ter uma ação de guerra aprovada pelo congresso. É a uberização da guerra. Haja escatologia.

8- Morte aos povos indígenas, para liberar terra para o agronegócio, criminalização dos movimentos sociais e agora, aguardem, da universidade pública. Mais escatologias.

9- Morte ao pensamento, morte às artes, morte a tudo que for progressista. E morte por agrotóxicos que já são 86 substâncias mortíferas aprovadas.

10- Se eleger por whatsapp, governar por twitter, batendo boca, aprofundando o seu perfil escatológico.

11- Processar Zé de Abreu, que é presidente autodeclarado é, definitivamente, não compreender o processo democrático e o país em que vive, para além das suas escatologias, e das suas laranjas.

Enfim, nossa bandeira jamais será laranja, hoje nossa bandeira é verde e rosa.

Confira as todas as colunas:
Diário Não Oficial do Brasil