Página inicial > BRASIL > Diário Não Oficial do Brasil - Dia 117/365

Diário Não Oficial do Brasil - Dia 117/365

sábado 27 de abril de 2019, por Fátima Froes,

Novos assessores fantasmas surgem na bolsofamília. Dia das mulheres em luta

97º dia de blindagem do bolsofilho. Queiroz desaparecido, mas novos assessores fantasmas surgem na bolsofamília. Fábio Schartsmann da Vale continua livre.
2º dia de impunidade do presidente eleito após crime inafiançável de racismo.

1. Hoje é dia de mulheres em luta. Hoje é o dia da empregada doméstica, a categoria profissional mais vilipendiada nesse país. Resquício das relações escravocratas, que desqualificam constantemente a categoria. Essas mulheres, em sua quase absoluta maioria, negras, seguram um país inteiro nas costas e nas mãos. O custo da reprodução social desse país é repassado para elas. No mundo da bolsofamília, que não tem creches, não tem salário decente e quer destruir a aposentadoria, a burguesia e a classe média vivem e se locupletam explorando essa mão de obra. A trabalhadora doméstica só teve seus direitos minimamente assegurados em 2012, no governo de Dilma Rousseff, por meio da PEC 66/2012, também conhecida como a PEC das domésticas.

2. Pensando nessas milhares de mulheres, é dia para lembrar a intelectual negra autora de uma das obras fundamentais, inaugurais, para o debate da subjetividade negra, do nível de sofrimento psíquico que a população negra desse país é submetida diariamente.

"Tornar-se Negro", publicado em 1983:

“Saber-se negra é viver a experiência de ter sido massacrada em sua identidade, confundida em suas expectativas, submetida a exigências, compelida a expectativas alienadas.”
Neusa Santos Souza

3. No dia de ontem, o presidente eleito tentou sequestrar a pauta, ameaçando destruir todos os seres pensantes e suas escolas, oferecendo as mulheres brasileiras para deleite de turistas sexuais e outras barbaridades, estilo Bannon/Trump, mas não conseguiu. Lula falou.

4. Lula, o gigante, eterno presidente, com extrema dignidade, aparece forte, coerente. Uma entrevista e será pauta no mundo inteiro. Lula pergunta onde o ministro Guedes estudou economia, e todos até hoje perguntamos o que o ministro-juiz-publicitário estudou, além do cursinho para destruir a economia de países e eleger fascistas que fez com a inteligência estadunidense. A entrevista de Lula será pauta para um ano enquanto a fotonovela bolsonarista tem que inventar uma goldenshower por semana para empurrar o país ladeira abaixo.

5. "Como juiz indigno. Como político, medíocre. Como pessoa, lamentável", Comentário preciso sobre o ministro da justiça feito pelo ex-primeiro-ministro português José Sócrates. Monta processos toscos contra adversários políticos e mantém o controle de determinadas áreas no Brasil através da chantagem, esquece, como sempre nesse governo, que Portugal integra a União Europeia e que temos interesses comerciais por lá.

Confira as todas as colunas:
Diário Não Oficial do Brasil