Página inicial > BRASIL > Diário Não Oficial do Brasil - Dia 152/365

Diário Não Oficial do Brasil - Dia 152/365

sábado 1º de junho de 2019, por Fátima Froes,

Cancelada campanha " trilhão para tchutchuca". Governo pretende financiar migração do sistema de contribuição solidário da previdência para o sistema de capitalização. Manifestações pela educação aconteceram em 255 cidades e 9 países

1. Consternada, cancelo a campanha "um trilhão para tchutchuca". Agradeço aos colaboradores que se debruçaram sobre o orçamento da união para, a título de cooperação com o ministério da economia, indicar o óbvio, que a previdência não é deficitária e que basta cobrar dos devedores que teremos o nosso dinheirinho de volta.

2. Acontece que o discurso de tchutchuca apontando um déficit de um trilhão é uma mera fantasia de banqueiro ganancioso. Para que querem o trilhão? Para financiar a migração do sistema de contribuição solidário da previdência para o sistema de capitalização.

3. Ele, na sua tripla personalidade ministro/banqueiro/tchutchuca, quer mudar o sistema da previdência para distribuir para os coleguinhas banqueiros. Descobrimos, sem muita pesquisa, que o custo estimado para a migração é de 1 TRILHÃO.

4. Uma operação que só entona terraplanistas. Mas os que são chamados de idiotas úteis são os estudantes.

5. E ainda seguindo os passos desse governo alucinado, descobrimos na imprensa um presidente eleito a declarar que o problema de um partido de esquerda é que eles gostam de pobre. Então, disfuncional presidente eleito, gostamos de pobres e não gostamos da pobreza. Por isso lutamos contra um governo absurdo como esse. Ele empobrece cada vez mais o país.

6. O que o presidente disfuncional eleito prometeu a eleitorado lá dele, foi consertar o país. E o entendimento dele de conserto é que todos devem morrer. De fome, de bala ou doença. o PIB continua em queda livre.

E, para terminar, mais uma deprimente nota sobre o deprimente governo, algumas palavras de ordens e cartazes das manifestações do 30 de maio que atingiram, na verdade, 255 cidades brasileiras e em 9 países:

- Balbúrdia é retirar o dinheiro da educação

- O Brasil se une pela educação

- A nossa luta unificou! É estudante junto com trabalhador!

- Debaixo da chuva, debaixo do trovão, é assim que estudantes defendem a educação

- Nas ruas, nas praças, quem disse que sumiu? Aqui está presente o movimento estudantil !!

- Bolsonaro: Tu odio no es benvienido acá " - Argentina

- Bozo, sua desgraça, se saia!

- Ô Bolsonaro, seu imbecil, a educação é o futuro do Brasil.

- Se a Educação não é importante, por que tantos Ministros falsificando títulos?

Confira as todas as colunas:
Diário Não Oficial do Brasil