Página inicial > BRASIL > Diário Não Oficial do Brasil - Dia 188/365

Diário Não Oficial do Brasil - Dia 188/365

domingo 7 de julho de 2019, por Fátima Froes,

Presidente clama pelo trabalho infantil e vende, no G20 bijuterias de nióbio. Jornalista desempregado morre de frio na rua, em Porto Alegre

1. Mesmo os bárbaros ditadores têm um mínimo de atenção para a infância. Um país que não cuida de suas crianças será um país morto. Nós temos que passar a vergonha de ter um presidente clamando pelo trabalho infantil. Qual o patrocinador que quer essa preciosidade? Porque o trabalho escravo nesse (Des)governo deixamos de fiscalizar. Criminaliza a infância. Deve considerar crianças brincando na rua como um ato de rebeldia e não tem a mínima intenção em investir em educação, vamos lembrar da sua frase (quem gosta de pobre é o PT).

2. Quando investe com fúria contra as multas de trânsito, descobrimos que toda a bolsofamília, incluindo aí a bolsomichelle, têm incríveis multas de trânsito, de acordo com a Folha de São Paulo. Como acham que possam ser submetidos a nenhum código de conduta, aproveita o poder para legislar para benefício dos seus colocando o mundo em risco.

3. As pobres das bananas do Equador, são ideologizadas, coisa da esquerda, do Foro de São Paulo. Banana com ideologia é pior que mamadeira de piroca. Algum parente deve ter sido prejudicado na sua produção de bananas no Vale da Ribeira. Assim, prega a economia liberal, mas dirige a economia quando se trata de alguma concorrência à bolsofamília.

4. Foi multado por pescar em Angra dos Reis. Que acinte, atacar seu dinheirinho de deputado que ganhou fazendo projeto nenhum na câmara, então de acordo com a folha, vai refogar decreto da Estação Ecológica de Tamoios.

5. Ataca com o agronegócio as terras indígenas, de mãos dadas com seus amigos da mineração, e faz qualquer negócio para chamar a atenção, inclusive vender no G20, bijuterias de nióbio.

6. Se ele está de olho no Estatuto da Criança e Adolescente, se começou a citar os mais toscos argumentos para violar não só o estatuto mas também a constituição, deve ter algum interesse bem mesquinho atrás dessa história.

7. Não encontramos o novo ranking da presidência, mas em 20 de maio eram 186 mentiras comprovadas , o que significa mais de uma por dia, acho que pararam de checar porque não é possível contar. Mas as ilegalidades para cumprir mesquinhos objetivos, também deve ser imensa.

8. Entramos no inverno ainda com esse governo destrutivo e seus pares. Em São Paulo, duas pessoas em situação de rua, de profissão desconhecida, morreram de frio nas ruas, durante essa semana. Em Porto Alegre, um jornalista desempregado também morre de frio. Estados contra cidadãos que não conseguem o mínimo abrigo.

Confira todas as colunas:
Diário Não Oficial do Brasil