Página inicial > BRASIL > Dia 260/365 - Farsa à frente de todos

Dia 260/365 - Farsa à frente de todos

terça-feira 17 de setembro de 2019, por Fátima Froes,

"As contas oficiais da reforma da previdência para o regime geral da previdência foram falsificadas" declarou o professor do Instituto de Economia da Unicamp, Pedro Paulo Zaluth Bastos

Imagem: Latuff http://www.esquerdadiario.com.br/Ca...

PNG - 44.9 KB

1. Farsa e trapaça são as matérias primas do (des)governo do o síndico disfuncional.

2. A revista Carta Capital nos revela as mentiras que deram sustentação à proposta de reforma da previdência, a chamada “nova previdência”. As planilhas são tão falsas e maliciosas quanto as desculpas inventadas pela bolsofamília para explicar suas relações com seu, lá deles, motorista guarda-costas que tem uma conta em que movimenta mais de sete milhões de reais.

3. "As contas oficiais da reforma da previdência para o regime geral da previdência foram falsificadas. Constatamos que cálculos deturpados ampararam a principal apresentação sobre a economia a ser gerada pela reforma feita pelo secretário da previdência, Rogério Marinho, em maio no Congresso Nacional", declarou o professor do Instituto de Economia da Unicamp, Pedro Paulo Zaluth Bastos. E fala em "tortura de dados", bem a caráter com o governo que foi eleito e se mantém no poder apoiado em fakenews. Além de cometer o crime de compra de votos para a aprovação da reforma da previdência, não tiveram pudor em falsificar dados oficiais e mentir para o congresso nacional. Isso explica o porquê do estranho sigilo sobre as tais planilhas, apesar de ser dito que elas é que justificariam as medidas propostas.

4. Aferrado à sua missão de desmonte da economia como um piloto míope o tchutchuca cogita alterar a Constituição para desferir novo ataque à possibilidade de sobrevivência do povo brasileiro. Agora a solução da vez para a economia estagnada é congelar o salário mínimo. Segundo o jornal GGN o texto com a proposta de alteração já está na comissão de constituição e justiça da câmara dos deputados.

5. Enfim, tempos sombrios esses em que um vampiro vai a uma rede nacional de televisão afirmar que foi golpe, e que ele não participou. O grande articulador, e primeiro beneficiário, tenta pular do barco que ele mesmo construiu.

6. Finalizamos o dia contabilizando agora 325 agrotóxicos para nos matar. O governo autorizou hoje a liberação de 63 novos produtos. Lucro acima de tudo, milícia acima de todos. O governo da morte continua a avançar.

Confira todas as colunas:
# Diário Não Oficial do Brasil