Página inicial > BRASIL > Dia 299/365 - Sobre falsidade ideológica

Dia 299/365 - Sobre falsidade ideológica

sábado 26 de outubro de 2019, por Fátima Froes,

Com a credibilidade tendendo a zero, o subsíndico disfuncional governa para os alienados

Imagem: Isac Nóbrega/PR https://fotospublicas.com/president...

PNG - 44.9 KB

1. À medida que o STF debate a prisão em segunda instância, e que a armação do conge fica mais evidente, os panfletos fascistas tentam trazer novos crimes para imputar à Lula. Criminalizar Lula significa criminalizar a classe trabalhadora, transformar em incompetentes e criminosos, os que podem chegar ao poder.

2. Para manter o imaginário negativo sobre as lideranças de esquerda, agora resolveram ressuscitar, mais uma vez, a história do assassinato do prefeito de Santo André, Celso Daniel. Sempre que se entra num debate sobre o projeto fascista, a resposta é essa, criar um crime para imputar a alguma liderança da esquerda. Assim, a dolorosa perda de um petista valoroso, Celso Daniel, assassinado em 2002, se transforma em manchete para tentar vincular o crime ao Presidente Luís Inácio Lula da Silva.

3. A Revista Fórum, no dia seguinte às mentirosas afirmações, publica entrevista com o delegado responsável pelo caso, desmentindo.

4. O ex-capitão, que acha o escândalo de Queiroz uma bobagem (afinal os escândalos na sua família são muito mais robustos) inventa uma ligação das FARC com o PT. Assim, de mentira em mentira, vão capturando alienados, alienígenas, oportunistas e criando narrativas terraplanistas.

5. No ranking das mentiras, os últimos números do sitio Aos Fatos dão 422 mentiras ditas pelo presidente em 296 dias. Ainda não deu tempo de conferir os últimos três dias. Com a credibilidade tendendo a zero, o subsíndico disfuncional governa para os alienados.

6. Ainda de acordo com o site Aos Fatos, a mentira mais repetida pelo subsíndico disfuncional é a que afirma que 14% do território nacional é ocupado por indígenas. E assim bolsonaros, bolsomínions e a imprensa fascista vão reconstruindo leituras da realidade em tempos de pós verdade, ao sabor das conveniências, para garantir a dominação dos explorados.

Confira todas as colunas:
# Diário Não Oficial do Brasil