Página inicial > BRASIL > Dia 310/365 - Brasil varonil das fake news

Dia 310/365 - Brasil varonil das fake news

quarta-feira 6 de novembro de 2019, por Fátima Froes,

No dia do fracassado mega leilão para um trilhão, o ex-capitão publica mais uma insana mentira no seu twitter. O último ranking era de 456, no dia 307 do seu governo

Imagem: Latuff https://www.brasil247.com/midia/lat...

PNG - 44.9 KB

1. No Nordeste, os voluntários recolhem a maior parte do óleo derramado sobre o mar. Aproximadamente 360.000 pescadores estão sem condições de sobrevivência. 9 estados, 350 localidades, 120 praias. Destinos turísticos estão às moscas.

2. De acordo com a revista Carta Capital o inútil ministro do meio ambiente levou 40 dias para a primeira visita às localidades atingidas. O colegiado responsável pelo Plano Nacional de Contingência foi extinto nesse governo e não foi retomado. Omissa e mentirosa, tem sido essa a atuação do ministro, ágil apenas em criar fantasias acusatórias para distrair e tentar encobrir a sua inércia. O maior desastre ambiental de todos os tempos acontece no governo do síndico disfuncional, e a resposta até agora foi nenhuma.

3. No dia do fracassado mega leilão para um trilhão, o ex-capitão publica mais uma insana mentira no seu twitter. O último ranking era de 456, no dia 307 do seu governo. A do dia é que algumas grandes empresas sairiam da Argentina e viriam para o Brasil após o resultado das eleições naquele país. Na verdade nós é que perdemos investidores. Apagou o twitter, mas a imprensa já tinha feito o print. Na falta de projetos reais, inventam-se alguns. As três empresas citadas na fake news do presidente do país, L´Oreal, Honda e MWM, negaram a intenção de se instalar aqui.

4. No país que sofre um apagão de pesquisas e informações, o IBGE informa que já são contabilizadas 13,5 milhões de pessoas em situação de extrema pobreza, aqueles que sobrevivem com até R$145,00 por mês, e não poupam. 72,7% dessas pessoas são pretas ou “pardas”. Outras 52,5 milhões de pessoas estão na faixa de pobreza, que são os que sobrevivem com até R$420,00 por mês, e também não poupam. Segundo matéria da EBC “o rendimento dos 10% mais ricos da população subiu 4,1% em 2018 e o rendimento dos 40% mais pobres caiu 0,8%, na comparação com 2017”. O golpe e o governo do anti-midas, mostram a que vieram.

Confira todas as colunas:
# Diário Não Oficial do Brasil