Página inicial > BRASIL > Dia 311/365 - Um viva à Constituição!!!

Dia 311/365 - Um viva à Constituição!!!

quinta-feira 7 de novembro de 2019, por Fátima Froes,

O STF continua seu espetáculo das mil formas de reescrever a Constituição e empata os votos sobre a prisão em segunda instância. O presidente do tribunal deu a decisão final: desempatou e votou contra a prisão na segunda instância.

Imagem: Lula Marques https://fotospublicas.com/manifesta...

PNG - 44.9 KB

1. Enquanto o (des)governo tentava vender o pré-sal como buginganga, o parça, conge, tentava criar uma cortina de fumaça e atacava seus adversários políticos agindo como o coronel de uma instituição transformada numa corporação de jagunços a seu serviço. Tentaram emitir uma ordem de prisão para a Presidenta Dilma Rousseff num processo em que ela não é investigada ou testemunha, e intimaram o Presidente Luís Inácio Lula da Silva, prisioneiro político dentro de uma cela na polícia federal em Curitiba, às 6 horas da manhã, a comparecer a outra cela na própria polícia federal. O estado de direito está indo pelo ralo em uma enxurrada de ameaças e violências. É nisso que eles transformam o país.

2. O negócio do pré-sal não vingou. Vender os recursos por qualquer dinheirinho não atraiu os investidores, ficou muito parecido com negócio de receptação, em que se vende objetos roubados. Para nossa felicidade, não aconteceu. O petro-capital, um dos grandes financiadores do golpe, talvez tenha considerado o risco e a negociata excessivos.

3. No projeto de desmonte do síndico disfuncional, a cultura, passa para o turismo sob o comando de um homem medíocre e violento, representante genuíno da bolsocultura.

4. Um covarde, representante da imprensa marrom, agrediu o jornalista Glenn Greenwald ao vivo. O baixo clero representado pelos bolsoparlamentares e a representação da familicia aplaudem. Baixou o nível, e todos aderem imediatamente.

5. O porteiro que falou com o seu Jair agora é investigado no processo em que as provas foram manipuladas pela família envolvida.

6. O STF continua seu espetáculo das mil formas de reescrever a Constituição e empata os votos sobre a prisão em segunda instância. Coube ao presidente do tribunal (o do jantar com os parças) a decisão final. E seguiu arrastando essa leitura dramática do texto da Constituição, por horas, com o risco de sempre da democracia e da justiça morrerem no final, mas após o thriller, desempatou e votou contra a prisão na segunda instância

7. Enfim, uma vez reinterpretada e revalidada a constituição, muitos casos serão revistos e, no que se refere ao nosso prisioneiro político mais popular do mundo, a defesa deverá entrar com o pedido de soltura da prisão ilegal há 579 dias do Presidente Luís Inácio Lula da Silva.

#LulaLivre! #LulaLivre

Confira todas as colunas:
# Diário Não Oficial do Brasil