Página inicial > BRASIL > Dia 339/365 - Sem comentários

Dia 339/365 - Sem comentários

quinta-feira 5 de dezembro de 2019, por Ciranda.net,

Em Paraisópolis, o laudo médico aponta que ao menos 02 dos jovens assassinados morreram por “asfixia mecânica por sufocação indireta”

Imagem: Elineudo Meira https://fotospublicas.com/moradores...

PNG - 44.9 KB

1. No inacreditável mundo dos golpistas, o impeachment do autoproclamado presidente da Venezuela, que foi sem nunca ter sido, foi pedido por seus pares. Piada de bêbado.

2. O conge não consegue dar legalidade aos seus xingamento ao PT. Pretendia colocar o carimbo de quadrilhão no partido dos trabalhadores e, por associação, em toda a classe trabalhadora. Melhor se voltar para seus parças.

3. Depois da desvalorização do dólar se virar contra os bolsoespeculadores e tchutchucas, agora estão sendo questionados internacionalmente por fraude nos dados do pibinho que apresentaram... O erro na informação fornecida pelo governo e o questionamento internacional forçaram o Ibge a rever os números. Mas alguém certamente lucrou com a variação forte do câmbio. Não fomos nós.

4. Em Paraisópolis, o laudo médico aponta que ao menos 02 dos jovens assassinados morreram por “asfixia mecânica por sufocação indireta”. Após ataque criminoso e deliberado da PM paulista. É o braço armado do necroestado atuando sem nenhum pudor.

5. O racista colocado pelo governo racista na Fundação Palmares foi impedido judicialmente, e não politicamente, de assumir o cargo. Ainda assim foi uma vitória política. Racismo é crime!!! E deve ser tratado como tal. A indicação absurda de um racista para dirigir uma fundação comprometida com o combate ao racismo e a “promoção da igualdade, valorização, difusão e preservação da cultura negra”, é algo para se refletir. É preciso observar também que, apesar de oportuna, a decisão da justiça federal atinge a um indicado negro, enquanto brancos e brancas com acusações, e mesmo condenações, nas áreas para as quais foram indicados, tais como sequestro de crianças indígenas, fraude em processos ambientais, fraude em fundos de pensão, etc., ou declaradas intenções hostis às atividades que deveriam fomentar, como na educação e na cultura, seguem devidamente empossados em suas disfunções.

6. O crime de lesa-pátria contra o cinema nacional, com uma agência nacional de cinema anti-cinema e antinacionalista, segue impunemente e mostra que o potencial destrutivo fascista é infinito.

Confira todas as colunas:
# Diário Não Oficial do Brasil