Página inicial > BRASIL > Dia 351/365 - E-NER-GÚ-ME-NO

Dia 351/365 - E-NER-GÚ-ME-NO

terça-feira 17 de dezembro de 2019, por Fátima Froes,

É palavra proparoxítona, colada no ex-capitão que hoje ocupa o planalto, é energúmeno. Que se soletra e-ner-gú-me-no

Imagem: Pelicano https://www.facebook.com/photo.php?...

PNG - 44.9 KB

1. Enquanto há uma histeria persecutória em torno de um dos filhos do Presidente Luís Inácio Lula da Silva, os bolsofilhos seguem por aí, lépidos e fagueiros, suspeitos e com evidências de coisas para as quais não se consegue enxergar o limite para além dos muros de um determinado condomínio especializado no Rio de Janeiro. Há inclusive a suspeita de pagar lua de mel com fundo partidário. Devemos estar todos delirando.

2. Para despistar ou desviar a atenção dos delitos e das ações ensandecidas, escravocratas e genocidas do (des)governo, os integrantes da trupe esbanjam bizarrices e palavras ao vento. Assim, a polêmica do que foi dito cria a cortina de fumaça, ou de palavras, e com isso vai se passando já um ano inteiro.

3. A palavra de hoje, uma proparoxítona, colada no ex-capitão que hoje ocupa o planalto, é energúmeno. Que se soletra e-ner-gú-me-no.

A palavra vem do grego energoúmenos, particípio presente de energéô, estar em ação, sofrer uma ação sobrenatural.

4. Numa pesquisa rápida é possível encontrar vários significados:

Obsoleto, obsolescente, possuído pelo demônio, possesso, pessoa exaltada, desequilibrada por paixão ou obsessão, desatinado, fanático intolerante, pessoa considerada ignorante ou muito básica. Boçal.

Como desconfiávamos, algumas pessoas consultam o espelho antes de soltar palavras ao vento.

Confira todas as colunas:
# Diário Não Oficial do Brasil