Página inicial > BRASIL > Dia 92 (457) - Ano 2 - Sem eira, nem beira

Dia 92 (457) - Ano 2 - Sem eira, nem beira

quarta-feira 1º de abril de 2020, por Fátima Froes,

O STF proíbe o síndico disfuncional de fazer campanha contra o isolamento. Mas ele não dá atenção e continua incentivando a desobediência às medidas protetivas, conturbando, mentindo e atrapalhando.

Imagem: Cellus

PNG - 44.9 KB

1. O auxílio aos trabalhadores vai tramitando lentamente, com o savoir-faire dos torturadores. O auxílio aos bancos, abastecidos nos cofres públicos, saiu a jato. Mas para aprovar o auxílio mínimo aos trabalhadores, tem que ter chantagem. Como também é de praxe entre torturadores.

2. No cenário disponível para hoje, lideranças indígenas continuam sendo assassinados – o professor Zezico Guajajara foi assassinado a tiros ontem no Maranhão, também no Maranhão famílias quilombolas são expulsas de suas terras em plena pandemia por determinação do governo federal, as mineradoras continuam a operar como se não houvesse amanhã (para os trabalhadores, é claro) e o STF proíbe o síndico disfuncional de fazer campanha contra o isolamento, mas ele não dá atenção e continua o boicote sistemático contra a saúde da população, incentivando a desobediência às medidas protetivas, conturbando, mentindo e atrapalhando.

3. No mundo, enquanto Cuba se dispõe a colaborar no combate à pandemia e oferecer a ajuda da sua medicina humanitária a outros países, o governo estadunidense segue empenhado em sua política genocida e bloqueia o envio a Cuba de kits de testes e respiradores para ajudar no combate à doença doados pelo empresário chinês Jack Ma, fundador da plataforma Alibaba. A empresa estadunidense que faria o transporte alegou “ser impedida pela Lei Helms-Burton” (Jornal Brasil de Fato). É o modelo que inspira nossos atuais dirigentes..

4. Por aqui, a credibilidade (?) do capitão despenca ainda mais, em sintonia com o comportamento perverso e errático da sua caneta bic, e as mais de 800 mentiras, apuradas pelo sitio Aos Fatos, nos seus 456 dias de governo. O isolamento parcial vai surtindo algum efeito, graças aos governadores e prefeitos que tomam algumas medidas efetivas, apesar do desgoverno e seus desqualificados.

  1. Confira todas as colunas:

Diário Não Oficial do Brasil