Página inicial > BRASIL > Dia 131 (495) - Ano 2 - Dia das Mães

Dia 131 (495) - Ano 2 - Dia das Mães

domingo 10 de maio de 2020, por Fátima Froes,

Dia das mães com o isolamento. A violência doméstica aumentou. E a realidade do país ocupa cada vez mais posição de destaque mundial em relação aos números de contágio e mortes por covid-19

Imagem: Marcos Santos/USP

PNG - 44.9 KB

1. O dia das mães dos fascistas foi de mobilização em carreatas para quebrar o isolamento.

2. Sabemos que com o isolamento, a violência doméstica aumentou – é a nossa realidade, que o país ocupa cada vez mais posição de destaque mundial em relação aos números de contágio e mortes por covid-19 e, no dia das mães, a brigada miliciana, açulada pelo capitão, comemora tentando aprofundar a crise política, sanitária, social e econômica em que mergulhamos e que, desnorteada, vai nos consumindo e invibilizando a todos.

3. Os exames de covid-19 do capitão seguem sendo enrolados e, assim como os seus gastos corporativos, se mantém desafiando o cidadão que paga os seus gastos com saúde e demais quinquilharias, e cuja vida depende em larga escala dessa gestão, das suas condições e dos seus atos. O cidadão certamente deveria ter reconhecido o seu direito de poder avaliar a extensão da possível periculosidade do síndico nas suas incursões públicas sem considerar as medidas prudenciais de combate à pandemia.

4. No país que coloca a mãe num lugar mítico, o movimento sociopata comandado pelo síndico disfuncional vai às ruas, eventualmente protegido em seus carrões, para dar o seu recado: mate a sua mãe para manter o meu fluxo de caixa.

  1. Confira todas as colunas:

Diário Não Oficial do Brasil